Como está o seu coração?

Como está o seu coração?

Postado por em jun 8, 2016 em Blog | Sem Comentários

Olá, Pessoal! Em nosso último post, conversamos sobre a importância de tomarmos cuidado com o que as outras pessoas veem em nós. Hoje nós vamos falar sobre o que Deus vê em nós.

Floresci

Floresci

Postado por em set 15, 2015 em Blog | 2 Comentários

Setembro é um dos meses mais bonitos para mim. Há um ano atrás, escrevi pela primeira vez aqui, no Pelo Amor de Deus. Tirei alguns sonhos dos meus infinitos cadernos para que vocês conhecessem meu coração, tive a oportunidade de dividir com vocês quatro lindas estações e, de primavera em primavera, o bem mais precioso […]

Louco Amor

Louco Amor

Postado por em ago 24, 2015 em Blog | Sem Comentários

Tenho conversado, escutado, lido e refletido muito a respeito do amor. O amor provavelmente foi a tecla mais batida por mim por aqui, e é nisso que eu sempre tento melhorar. Tento entender mais o que é o amor de Deus com nós e como devemos amar o próximo.

O dia em que eu perdoei

O dia em que eu perdoei

Postado por em abr 13, 2015 em Blog | Sem Comentários

Como a maioria dos adolescentes, eu fui uma pessoa bem revoltada e rebelde, se as coisas não fossem como eu queria, eu enlouquecia e nada me servia.

Uma reflexão no pecado

Uma reflexão no pecado

Postado por em jan 15, 2015 em Blog | % Comentário

O pecado é algo forte, poderoso, monstruoso e temido. Mas é bom, prazeroso e desejável. É arriscado definir o pecado como algo “bom”, quando suas consequências são apenas de morte. Vamos trazer essa definição para o nível humano, carnal. Deus é bom, ponto final. Humanamente falando, o pecado pode ser alvo de desejo, visto com […]

Perdão: um novo recomeço!

Perdão: um novo recomeço!

Postado por em jan 1, 2014 em Blog | 7 Comentários

Uma das melhores maneiras de recomeçar nossa vida é começando um novo ano, com novos projetos, novos planejamentos e novos propósitos de vida cristã. Por isso, a minha proposta de hoje é começarmos um ano novo liberando o perdão para todos aqueles que um dia nos magoaram, que nos ofenderam, no qual ainda guardamos algum […]