Vamos falar sobre missões?

Postado por em jan 29, 2015 em Blog | 2 Comentários

Vamos falar sobre missões?

Existe um fundamento ao pensarmos em missões?

Uma missão é um objetivo maior, um alvo a ser alcançado. O Dicionário Michaelis traz algumas boas definições:

Delegação divina conferida num intuito religioso. 5 Sermão doutrinal. 6 Os missionários. 7 A pregação dos missionários. 8 Estabelecimento de missionários. 9 Compromisso, dever imposto ou contraído, obrigação. 10 Certo número de pessoas enviadas em missão.

Podemos concluir que as missões cristãs são, em essência, uma prática que envia um grupo de pessoas a um determinado local para falar da Palavra de Deus. Essa é a minha definição. E é exatamente isso que as missões atuais fazem: enviam. Seu propósito é enviar pessoas e falar de Deus aos que nunca ouviram. A pergunta que fica é: a tarefa é seleta e reservada a um grupo específico de pessoas?

Conhecemos, por tradição e vivência, que grande parte dos missionários enviados a outros países costumam se preparar com antecedência. Geralmente há um treinamento, seminário, período de testes, oração e uma série de outras atividades pré-missão. Pela simples razão de não se conhecer o idioma de outro país, é necessário, pelo menos, um curso intensivo de inglês ou do idioma local.

As missões geralmente são bem organizadas. Algumas das grandes organizações mantêm diversos missionários em campo, pagando salários e fornecendo o suporte necessário. Tudo é muito importante para a divulgação da Palavra, mas o que de fato a Palavra nos revela sobre missões? Através de uma rápida busca no Google, encontrei alguns versículos. Vou listá-los abaixo:

“E disse-lhes: ‘Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas.” Marcos 16:15

“Depois disso o Senhor designou outros setenta e dois e os enviou dois a dois, adiante dele, a todas as cidades e lugares para onde ele estava prestes a ir. E lhes disse: “A colheita é grande, mas os trabalhadores são poucos. Portanto, peçam ao Senhor da colheita que mande trabalhadores para a sua colheita.” Lucas 10:1-2

“Então, Jesus aproximou-se deles e disse: ‘Foi-me dada toda a autoridade nos céus e na terra. Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu ordenei a vocês. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos’.” Mateus 28:18-20

“Novamente Jesus disse: ‘Paz seja com vocês! Assim como o Pai me enviou, eu os envio’.” João 20:21

“Porque ‘todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo’. Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram falar? E como ouvirão, se não houver quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: ‘Como são belos os pés dos que anunciam boas-novas!'” Romanos 10:13-15

As palavras ditas por Cristo (os quatro primeiros versículos citados) foram direcionadas a um grupo específico da época, seus discípulos. Jesus comissionou 12 apóstolos e muitos discípulos a irem pelo mundo, pregar o evangelho a todas as nações, falar do amor dEle. Outras centenas de passagens mostram a vontade de Cristo na missão: curar, libertar, salvar. Jesus é o mesmo de ontem e ainda tem poder para realizar milagres.

As missões são uma forma de enviar e fazer discípulos. É uma matemática simples: um discípulo faz discípulos. Cada discípulo novo faz mais discípulos novos. Foi exatamente dessa forma que o Evangelho veio até nós. Pessoas comprometidas olharam para Cristo e decidiram abandonar suas vontades em prol do Reino.

É um assunto importante. Você deseja ser missionário? Quer ir à cidade ao lado e falar de Cristo aos pobres? Não espere pelas oportunidades no exterior, mas seja um missionário em sua comunidade. Vamos falar sobre missões? Comente abaixo se você já sentiu esse chamado.

Um abraço!

  • Didi Cechet

    Certamente já senti. Mas nunca meti a cara. Mas essa ideia me renova. Obg, nano!

    • Leo Cechet

      Valeu Didi! Espero ter ajudas mesmo!