Um testemunho

Postado por em jun 19, 2014 em Blog | 4 Comentários

Um testemunho

Olá, pessoal. Hoje, por motivos de força maior, não será postado o texto da série de Daniel. Fica para a próxima semana! 🙂

Gostaria de compartilhar um breve testemunho neste texto. Algo que aconteceu comigo ontem de manhã. Eu estava na faculdade, onde rotineiramente tenho empenhado esforços para finalizar o meu Trabalho de Conclusão, e sentia forte angústia. A ansiedade e a frustração andaram tomando meus pensamentos e emoções. Um fim de semestre completamente diferente; na verdade, o fim da graduação. Toda essa situação é um tanto quanto exaustiva, e pode se tornar bastante perturbadora. Decidi interromper meus trabalhos e fazer uma oração. Orei para que Deus me ajudasse, que a situação melhorasse e que tudo aquilo passasse. Um tempo depois eu decidi começar a escrever o texto de Daniel – como já sabem, não foi terminado – mas fui surpreendido pela ligação de um velho amigo meu. Esse amigo me conhece de longa data e fazia um bom tempo que não conversávamos. No passado, tínhamos um contato muito bom e conversas esclarecedoras. Inúmeras vezes conversamos sobre Jesus e assuntos teológicos. Ele é Católico e concordávamos em diversos pontos. O que viria a seguir seria o tema deste texto.

O pedido foi inusitado. De uma forma inesperada, ele me pediu ajuda espiritual. Alguém próximo precisava de oração, de um alento, um apoio espiritual. E ele, no alto do desespero, lembrou de mim. O desfecho da história não importa, mas o fato é que Deus respondeu à minha oração nessa manhã. Poucos minutos após o “Amém”, um amigo de longa data me liga como se eu fosse um refúgio para ele naquele momento de dor. E isso me deixou bastante feliz. Não por ter sido o “escolhido”, mas por saber que Deus me usou, me honrou e me alegrou num dia de aflição. Algumas lições foram aprendidas.

Entendi que o Senhor nos usa a qualquer momento. Muito mais quando estamos em oração e permitimos que Ele fale e aja. Ele nunca nos deixa e sempre nos surpreende com Sua misericórdia. Aprendi que nossos amigos vêem em nós algo mais. Assim como Jesus disse, somos o sal dessa terra (veja aqui). É importante que nunca esqueçamos que somos exemplo e modelo aos que nos rodeiam. Por isso, aprendi que nossas palavras devem sempre edificar e nunca maldizer. Se formos parecidos com Cristo, as pessoas se achegarão a nós em momentos difíceis.

Esse testemunho é para nos encorajar a buscar mais a Deus. Embora hoje a série de Daniel não continuou, lembro que o jovem sempre foi fiel a Deus. Este, por sua vez, jamais deixou de honrá-lo. Que possamos viver o melhor que o Pai tem para cada um. Que a surpresa do sobrenatural nos alegre e renove os nossos dias. Vale a pena ser Cristão!

  • Por isso que precisamos estar prontos a todo momento. Ser referência sempre? Pode ser que sim.

    • leocechet

      Obrigado, Denys! Teu comentário é muito importante. Temos que ser sempre referência. Cristo sempre o foi, nós também devemos ser. Valeu!

  • Claudete

    hj amanheci com um náuseas e com um aperto no coração….não entendendo o que isso significava….passei a pesquisar na internet por respostas de Deus para o que estava sentindo e, guiada pelo Espírito Santo cheguei até seu testemunho que ajudou muito entender que precisamos nos entregar no amor de Jesus para sermos instrumento para nossos irmãos que as vezes estão mais aflitos que nós….obrigada por partilhar e me ajudar.

    • Leo Cechet

      Oi Claudete. Só vi seu comentário hoje! Que maravilhoso saber que o texto foi um meio de te trazer paz. Obrigado pelo comentário. Jesus te ama.