Um testemunho

Postado por em jun 19, 2014 em Blog | 4 Comentários

Um testemunho

Olá, pessoal. Hoje, por motivos de força maior, não será postado o texto da série de Daniel. Fica para a próxima semana! 🙂

Gostaria de compartilhar um breve testemunho neste texto. Algo que aconteceu comigo ontem de manhã. Eu estava na faculdade, onde rotineiramente tenho empenhado esforços para finalizar o meu Trabalho de Conclusão, e sentia forte angústia. A ansiedade e a frustração andaram tomando meus pensamentos e emoções. Um fim de semestre completamente diferente; na verdade, o fim da graduação. Toda essa situação é um tanto quanto exaustiva, e pode se tornar bastante perturbadora. Decidi interromper meus trabalhos e fazer uma oração. Orei para que Deus me ajudasse, que a situação melhorasse e que tudo aquilo passasse. Um tempo depois eu decidi começar a escrever o texto de Daniel – como já sabem, não foi terminado – mas fui surpreendido pela ligação de um velho amigo meu. Esse amigo me conhece de longa data e fazia um bom tempo que não conversávamos. No passado, tínhamos um contato muito bom e conversas esclarecedoras. Inúmeras vezes conversamos sobre Jesus e assuntos teológicos. Ele é Católico e concordávamos em diversos pontos. O que viria a seguir seria o tema deste texto.

O pedido foi inusitado. De uma forma inesperada, ele me pediu ajuda espiritual. Alguém próximo precisava de oração, de um alento, um apoio espiritual. E ele, no alto do desespero, lembrou de mim. O desfecho da história não importa, mas o fato é que Deus respondeu à minha oração nessa manhã. Poucos minutos após o “Amém”, um amigo de longa data me liga como se eu fosse um refúgio para ele naquele momento de dor. E isso me deixou bastante feliz. Não por ter sido o “escolhido”, mas por saber que Deus me usou, me honrou e me alegrou num dia de aflição. Algumas lições foram aprendidas.

Entendi que o Senhor nos usa a qualquer momento. Muito mais quando estamos em oração e permitimos que Ele fale e aja. Ele nunca nos deixa e sempre nos surpreende com Sua misericórdia. Aprendi que nossos amigos vêem em nós algo mais. Assim como Jesus disse, somos o sal dessa terra (veja aqui). É importante que nunca esqueçamos que somos exemplo e modelo aos que nos rodeiam. Por isso, aprendi que nossas palavras devem sempre edificar e nunca maldizer. Se formos parecidos com Cristo, as pessoas se achegarão a nós em momentos difíceis.

Esse testemunho é para nos encorajar a buscar mais a Deus. Embora hoje a série de Daniel não continuou, lembro que o jovem sempre foi fiel a Deus. Este, por sua vez, jamais deixou de honrá-lo. Que possamos viver o melhor que o Pai tem para cada um. Que a surpresa do sobrenatural nos alegre e renove os nossos dias. Vale a pena ser Cristão!