Todos Passamos Por Provações

Postado por em nov 21, 2013 em Blog | 7 Comentários

Oi!

Nunca estive por aqui antes. Recebi a proposta de começar a escrever um pouco sobre a experiência cristã que tenho vivenciado, e topei essa!

Vamos aos fatos: meu nome é Emanuele, tenho 16 anos e frequento a Aliança Bíblica de Bento Gonçalves desde 2011. Desde então, conheci muita gente (muita gente mesmo!), e grande parte, graças a Deus, está presente na minha vida e no meu crescimento espiritual até hoje.

Pensando a respeito do que escrever, optei por um assunto sobre o qual minha mente insiste em pairar periodicamente. As provações pelas quais todos os cristãos passam (sim, todos nós passamos!) são difíceis de serem compreendidas e enfrentadas. Entretanto, são extremamente necessárias e edificantes ao longo de uma vida com Deus.

Primeiramente, é necessário que compreenda-se que uma vida ao lado de Deus não é aquele mar de rosas que é (quase) sempre visualizado por muitos. Muito pelo contrário, a partir do momento em que nos tornamos filhos dEle, precisamos colocar em prática toda a fé e fidelidade que dizemos ter à Ele, demonstrando que somos fortes e temos perseverança na paz dEle, mesmo nas piores dificuldades. Ser Filho de Deus não implica somente ter momentos bons, irmãos de caminhada e celebrações para comparecer, mas significa uma constante busca pelo crescimento, edificação, aproximação dEle, e que, principalmente, o objetivo é tornarmo-nos cada vez mais semelhantes a Cristo.

Em segundo lugar, é extremamente importante compreender que são nas piores provações que aprendemos as melhores e maiores lições! O momento de dificuldade é como se fosse um momento de “prova”, quando realmente mostramos o quanto cremos em Deus e o quanto conseguimos entregar nossas vidas nas mãos dEle. Em Salmos 30:5 está escrito: “se o choro dura uma noite, a alegria vem pela manhã” (parafraseado). Temos a palavra de Deus que nos garante que nenhuma provação dura para sempre, e a nossa tarefa é simplesmente perseverar nela!

É válido lembrar, e sempre praticar:

não endureçam o coração, como na rebelião, durante o tempo de provação no deserto,Hebreus – 3:8 (NVI)

Beijinhos,
Manu.