Th1rteen R3asons Why To Live: Chapter 11

Postado por em maio 26, 2017 em Blog | Sem Comentários

Th1rteen R3asons Why To Live: Chapter 11

Olá Pessoas, tudo belezinha?

Nossa, acabei de perceber que falta tão pouco para chegarmos ao fim da série :(. Já chegamos ao dia 11, e cada vez mais vemos o quão complexa e perfeita é a vida que recebemos em Cristo. Uma vida que nos foi dada por amor, por meio da graça, a qual nos faz contemplar e estar sempre com aquEle que nos dá a vida.

Como Ele é amoroso, sabe , por vezes tentei achar um defeito em todo essa plano de Deus para nos trazer a vida e até agora não encontrei nada que pudesse me convencer que existe algo melhor que ter o meu Criador sempre comigo. Quando eu digo que Ele habita em nós, não é algo banal, como se Deus simplesmente estivesse ali e pronto. Não, quando afirmo que Deus está sempre conosco é porque podemos nos relacionar com Ele a todo momento, a cada passo que eu der, em cada respirar.

É surpreendente saber que Deus não está tão longe assim, mas que Ele está bem aqui.

Sabe o melhor disso? Nessa história de redenção, “a alegria de pobre não dura pouco”. Essa vida é eterna, não acaba, isso mesmo, não tem prazo de validade. Mas como é difícil pensar na eternidade, né? Aparentemente a eternidade é algo tão distante da nossa realidade que acabamos deixando no esquecimento, o que é um problema que devemos tomar cuidado.

“Nossa vida terrena é um parênteses na eternidade!” – Thomas Browne

“Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus.
Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas.
Pois vocês morreram, e agora a sua vida está escondida com Cristo em Deus.
Quando Cristo, que é a sua vida, for manifestado, então vocês também serão manifestados com ele em glória.” – Colossenses 3:1-4 (NVI)

Um certo dia, um grande sábio disse: “As coisas que não são eternas, são eternamente inúteis” (C. S. Lewis). Devemos buscar as coisas do alto, pois morremos para as coisas deste mundo, morremos para nós mesmos e ganhamos uma vida em Cristo, pois já não somos mais nós quem vivemos, mas Cristo vive em nós.

“Mas quando se manifestaram a bondade e o amor pelos homens da parte de Deus, nosso Salvador,
não por causa de atos de justiça por nós praticados, mas devido à sua misericórdia, ele nos salvou pelo lavar regenerador e renovador do Espírito Santo,
que ele derramou sobre nós generosamente, por meio de Jesus Cristo, nosso Salvador.
Ele o fez a fim de que, justificados por sua graça, nos tornemos seus herdeiros, tendo a esperança da vida eterna.” – Tito 3:4-7 (NVI)

Não somos merecedores de nada disso, nem perto, mas saber que tudo isso nos foi dado de bom grado, e de uma maneira tão inesperada, sem dúvida nos constrange. O legal de ter tal esperança é que ela não começa a partir da nossa morte física, mas sim da morte espiritual. De certa forma, já estamos vivendo a eternidade agora, e nem sequer paramos para pensar nisso.

Temos vida, e VIDA ETERNA! Seja feliz por isso.

Abraço de Urso


Clique aqui e leia os outros posts da série 13 Reasons Why To Live.

Sobre Ariel Zimermann

Uma criança crescida, que acha motivo pra rir, até quando é pra chorar. Conheci a Cristo com meus 15 anos, sou Gaúcho, Estudante de Engenharia Elétrica, que encontra na música uma forma de mostrar a grandeza de um Deus infinito. Aquele que senta na rua e fica olhando as estrelas por horas, conversando com Deus, tomando café no meio da rua. Sou direto, até demais, pois sinto que as pessoas devem ouvir o que elas precisam ouvir, e não o que elas querem ouvir.