Th1rteen R3asons Why To Live: Chapter 04

Postado por em maio 19, 2017 em Blog | Sem Comentários

Th1rteen R3asons Why To Live: Chapter 04

Olá pessoas, tranquilidade pura?

Isso ae galera, já estamos no quarto capítulo dos muitos que ainda irão vir (não chegamos nem na metade hahaha), porém já falamos sobre várias coisas, onde todas nos apontam para uma vida plena e cheia de amor, na presença de um Deus tremendamente poderoso.

Não sei se sou só eu, que as vezes fica admirado com todas as coisas surgindo e acontecendo de repente, e como eu não merecia que nenhuma delas acontecessem. Fico com aquela cara de pastel (Ariel Pastel) olhando pro céu, com um sorriso de orelha à orelha e me perguntando o porquê.

Se você é como eu e fica assim também, imagine como seria receber algo que você nunca poderia ter, um presente que jamais poderia comprar ou adquirir por seu próprio esforço. Pois é, a vida que você ganhou é algo que você nunca poderia alcançar com suas próprias mãos ou com o suor do seu trabalho, foi por meio da graça, foi de Graça.

Ano passado tive uma experiência muito similar a essa, óbvio que não se compara, não tem como, mas foi o exemplo mais claro e próximo em toda a minha vida a respeito de como era a graça de Deus. Ano passado, mais precisamente em abril eu tinha comprado um celular novo. Até ai tudo bem. Então um dia recebi uma mensagem dizendo que eu poderia me cadastrar em uma promoção e ganharia uma camiseta das olimpíadas. E lá fui eu, fiz todo o cadastro e no final dizia que a promoção que distribuía camisetas havia acabado. Fiquei meio chateado e comecei a rolar a página pra baixo, onde dizia que tinha outra promoção, dessa vez para ganhar passagens para ver as olimpíadas.

Foi então que me cadastrei (mas sem esperança alguma), até quem um belo dia, eu chego do trabalho e minha mãe com sua grande sabedoria me diz:

Mãe – Tenho duas notícias pra ti, uma boa e uma ruim, qual tu quer primeiro?
Eu – Quero a ruim antes.
Mãe – A ruim é que pode ser mentira, a boa é que tu foi sorteado numa promoção, pra ir assistir a abertura das olimpíadas!

Fiquei tão eufórico e abobado que não conseguia me conter. Então fui pro Rio de Janeiro no Maracanã para ver a abertura dos Jogos Olímpicos de 2016, e passei a noite em cruzeiro. Tudo de graça, aliás, ainda ganhei dinheiro pra gastar.

Poderia dizer que essa viagem foi o melhor presente que ganhei em toda a minha vida, porém esse não foi o melhor de todos, longe de ser. Ganhei uma vida a qual eu nunca poderia ter por mim mesmo, uma vida que eu nunca poderia dizer que foi uma conquista, porque foi um presente sem igual.

“Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou,
deu-nos vida juntamente com Cristo, quando ainda estávamos mortos em transgressões — pela graça vocês são salvos.
Deus nos ressuscitou com Cristo e com ele nos fez assentar nos lugares celestiais em Cristo Jesus,
para mostrar, nas eras que hão de vir, a incomparável riqueza de sua graça, demonstrada em sua bondade para conosco em Cristo Jesus.
Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus;
não por obras, para que ninguém se glorie.” – Efésios 2:4-9 (NVI)

Poxa vida, que tapão de amor e graça agora. Ele escolheu nos dar uma vida a qual nós não mereciamos, a qual nunca seríamos dignos de receber. Porém, Deus mostra a riqueza da sua graça conosco, nos dando vida em Cristo por causa do seu infindável amor.

Dias depois da viagem fui conversar com um amigo, o qual tinha ido comigo na viagem, e falamos o quão maior era o amor de Deus, porque naquele dia tínhamos notado que a sua graça ia muito além do que tínhamos ganhado, pois para que pudéssemos ter vida Ele entregou seu filho. Não foi simplesmente um presente, Ele trocou vida por vida, e isso não tem preço, não tem medida, é extraordinário!

Nós não merecemos uma gota do sangue de Jesus, não somos dignos de orar a Deus, mas Ele derramou sua graça, para que pudéssemos ter vida junto a Ele, eternamente. Seu Amor prevalece sobre o nosso pecado, onde Ele se fez culpado em nosso lugar, morreu para que imundos como nós, viessem a viver.

Assim é a Graça, é loucura, mais sábia que a sabedoria humana.

Gostaria de ficar horas falando de quão grande é a graça de Deus, mas sinto que tem uma música que fala muito mais do que eu poderia falar em 100 páginas, então gostaria de compartilha-la com vocês.

Abraço de Urso


Clique aqui e leia os outros posts da série 13 Reasons Why To Live.

Sobre Ariel Zimermann

Uma criança crescida, que acha motivo pra rir, até quando é pra chorar. Conheci a Cristo com meus 15 anos, sou Gaúcho, Estudante de Engenharia Elétrica, que encontra na música uma forma de mostrar a grandeza de um Deus infinito. Aquele que senta na rua e fica olhando as estrelas por horas, conversando com Deus, tomando café no meio da rua. Sou direto, até demais, pois sinto que as pessoas devem ouvir o que elas precisam ouvir, e não o que elas querem ouvir.