Sobra mês no fim do salário

Postado por em maio 5, 2014 em Blog | Sem Comentários

Sobra mês no fim do salário

Dae queridos (as), muita dor de cabeça por aí? Começando a cuidar da saúde? Esse post é sobre o segundo capítulo do livro Preocupação da escritora Elizabeth George e fala de um assunto que com toda a certeza já deu dor de cabeça pra muitos de nós: dinheiro.

Aprendi a contentar-me com as circunstâncias em que me encontre. Sei passar falta. E sei também ter abundância.” – Filipenses 4:11b-12a

Seja você mãe de família, recém-casado, jovem, namorado com planos de casamento ou aposentada, haverá um momento em que você se encontrará um pouco desesperado para resolver alguma situação financeira. Seguidamente somos tentados a nos preocuparmos não só com o presente, mas também com o futuro, quer ver que não está sozinho?

O questionário de preocupações “Penn State” mostra que a maioria das pessoas passam grande parte do tempo ansiosos.

“Pergunta: Você tem se preocupado, ficado tenso ou ansioso durante as últimas quatro semanas?
Resposta: Sim. A maior parte do tempo.
Houve noventa por cento de respostas afirmativas para essa pergunta. A área financeira está bem no topo da lista das coisas que nos causam preocupação, tensão e ansiedade.”

“Desde que Adão e Eva foram expulsos do Jardim do Éden (Gênesis 3), a humanidade tem enfrentado, diariamente, o problema de encontrar e de fornecer alimentos, roupas e abrigo. Essas provisões fazem parte de uma área prática da vida e da existência e, por isso mesmo, compõem um motivo comum – e diário – de preocupação. Para se ter alimento é preciso ter dinheiro. Para se ter roupas é preciso dinheiro. E ter abrigo requer mais dinheiro ainda.

Mas Jesus nos instrui claramente no que se refere à preocupação com estes elementos básicos da vida. Ele disse aos seus seguidores: Não estejais ansiosos quanto à vossa vida, pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber; nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir (Mateus 6.25).”

A grande ordem do Senhor quanto a essas preocupações: “Não se preocupem…”. Jesus é muito claro e direto usando palavras de fácil compreensão “Não se preocupem…”.

“O nosso serviço ao Pai e ao seu povo é prejudicado e bloqueado quando nos preocupamos conosco e deixamos de confiar nele.”

Jesus continua a falar as preocupações diárias para os discípulos até o versículo 34. Elizabeth destaca e podemos observar seis razões para não se preocupar, mas encontrar seis razões para confiar nEle.

1) Você é precioso para Deus (v 26).
2) Deus, e não você, está no controle de sua situação (v 27).
3) Você será cuidado (v 28-30).
4) Deus conhece as suas necessidades (v 31-32).
5) Suas atividades devem focar Deus (v 33).
6) Sua vida deve ser vivida um dia de cada vez (v 34).

“Quando a vida fica difícil, você e eu temos, pelo menos, uma séria escolha espiritual a fazer. Temos de escolher se ficaremos obcecados com algo terreno, como nossa situação financeira, ou se olharemos para cima e esperaremos nas eternas promessas de Deus. Se optarmos por olhar para cima – para Deus – então poderemos, com a mente clara e o coração inteiro, prosseguir para a importante obra para a qual fomos chamados.

Temos que decidir se empregaremos tempo e energia nos preocupando, ou tomaremos alguma providência a respeito da situação, do problema.

Fiz uma lista de aspectos importantes para fazermos nosso tempo, ansiedade e temores trabalharem a nosso favor.”

1) Mantenha a sua mente e coração na Palavra de Deus: você encontrará encorajamento para esses períodos;

2) Busque ajuda: converse com pessoas que já passarem por um problema semelhante ao seu;

3) Ore: comece a orar quando percebe a preocupação se aproximando;

4) Trabalhe duro: “se alguém não quiser trabalhar, também não coma.” – 2 Tessalonicenses 3:10 (NVI);

5) Corte: “se você procurar, haverá sempre o que cortar. Ajuste a sua percepção para saber com que quantia de dinheiro você realmente pode contar.”;

6) Converse com os familiares: abra o jogo, ou mostre o extrato do banco para sua companheira e se tiver filhos, para eles também. Faça a família ficar unida e vivam “um por todos e todos por um”;

7) Faça sua parte: mesmo que não consiga cortar muito, já será uma forma de economizar.

“Se você se ocupa com o Senhor, não se pré-ocupa com outras coisas! E é dessa forma que descobre o que é viver na terra do “não se preocupe!”.

Lembre-se:

“Todo o amanhã tem duas alças. Nós podemos segurá-lo pela alça da ansiedade, ou pela alça da fé.” Henry Ward Beecher


Essa série de posts é um resumo do livro Preocupação, de Elizabeth George, publicado pela editora Hagnos. Cada post resume um capítulo e você pode adquirir o livro para conferir os assuntos com maiores detalhes clicando na referência abaixo.

Referência: GEORGE, Elizabeth. Preocupação – um hábito que pode ser quebrado [tradução Iara Vasconcellos]. São Paulo: Hagnos, 2011.

Sobre Paloma Pena

Teimosa, intensa, super protetora, eterna criança, aprendiz de engraçada.