Semente boa, boa semente

Postado por em dez 2, 2014 em Blog | 2 Comentários

Semente boa, boa semente

Era uma semente boa, bonita.

Especialmente pequena, mas intensa. Assim como eu.

Plantei naquela terra dura, terra que chorava, terra frustrada, terra estéril.

– Bom, querida. Você foi pela fé. Não existe a menor possibilidade humana de algo frutificar aqui.

Esperei a chuva vir, mas ela não veio.

Esperei o sol abrir, mas o céu continuava cinza e mais cinza…

Sentada ao lado de minha semente, não vi nenhuma folha brotar.

– Preciso recomeçar!

Saí do lado dela e andei. Sem olhar para trás, pensei naquela semente sumindo no meio da terra, sem enraizar.

Eu, que tanto achei que veria logo uma linda árvore, não pude ver nem o começo de tão bela criação.

Os anos passaram e via árvores ao meu redor crescendo e dando frutos tão gostosos. Que saudades da minha semente! A semente que não brotou, a semente em terra estéril que perdi. Que não frutificou.

Corri ao encontro dela. Naquele campo gigante, havia uma árvore enorme. Forte, com raízes compridas e frutos coloridos…

Diversamente bonitos!

Ao seu lado, havia um Homem. Encostado em seu tronco, saboreava da cesta que colheu um fruto grande e vistoso. Parecia irresistível!

– Boa tarde! Essa árvore é nova?

– Ah! A dona da árvore! Você demorou para vir, filha.

– Dona de que? Filha?

– Como você não reconhece sua própria semente?

– Essa era a minha semente? Não pode ser. Eu esperei tanto tempo! Não era uma terra boa, não chovia, não fazia sol. Como ela ficou assim?

– Quando você saiu, eu cheguei para substituir o seu turno. Só fizemos um pequeno rodízio, filha! A chuva veio, o sol também. Cada pedaço do seu amor está na raiz dessa árvore. Você pode ter desistido, mas Eu não desisti, você pode ter ido embora, mas Eu não fui. Agora, coma comigo. Tem uma porção especial para você.

Amor que rega, que transforma, que faz brotar.

Paciente e cuidadoso, rega com a Água da Vida e ilumina com o Sol da Justiça.

Os frutos são pra Ti, mas me deixas admirar. Me orgulhar.

Quão grande És!


Segredo da semana: Tenho ouvido muito sobre sementes! Numa ministração de uma linda mulher de Deus (créditos para Andreia Brambila), tive uma nova visão sobre o que temos semeado, e me lembrei de tantas sementes que plantei e desisti. Que falta de fé a minha! Você também já desistiu de uma semente que plantou em alguém, apenas por achar impossível que algo fosse frutificar?

Desafio da semana: Ah, quão grande amor Deus tem por nós! Olhe o fim da história… Nossas sementes tem um valor imenso para Ele! Mesmo que desistamos no meio do caminho, Ele nos movimenta, Ele refaz nossos caminhos, Ele dá o crescimento e depois nos mostra o quanto valeu a pena. Una sua fé com a minha hoje. As sementes que você tem plantado (em si mesmo ou em outros) estão brotando nesse exato momento.

Sobre Andressa Rosa

Se fosse definir uma menina cheia de sonhos, louca por Jesus e pelo poder que está no nome dEle... Se fosse definir a filha, a estudante de comunicação social, a atriz de alma e formação, que tem seu casamento planejado desde os 7 anos de idade... Se fosse definir o mundo dos "talvez" e das certezas, uma pequena biografia não seria o bastante. Então me chame de Dede. E vem conversar comigo!

  • Paloma Pena

    Guria, obrigada por essas palavras, obrigada pelas lagrimas, obrigada pelo puxão de orelha! Era exatamente o que eu estava precisando “ouvir”. Ontem eu estava pensando nas tantas sementes que eu plantamos e que não brotam, ainda hoje pela manhã eu estava preocupada com uma dessas sementes, que brotou mas que não foi cuidada da melhor maneira. Serviu de grande motivação pra mim.

    Que Deus continue te usando muito Dessa.

    • Andressa Rosa

      Foi um mega puxão de orelha pra mim também! hahahaha
      Não podemos ignorar nossas sementes, e sim sermos pacientes!
      Mansos e humildes, como Ele é!

      Que Deus continue nos usando, Pa! ♥