#PADD118: A família de Deus

Postado por em dez 8, 2017 em Podcast | 17 Comentários

#PADD118: A família de Deus

Tá no ar! No dia da família, EddieTheDrummer recebe os convidados Abner Lobo (Os Piácast) e Rafael Pavanelo (DuGrego Podcast) para conversar sobre a família de Deus.

Deixe seu feedback nos comentários. É muito importante para nós!

Dê o play!

Para ouvir, clique no player acima ou clique em Download para baixar (caso não inicie o download, clique com o botão direito e clique em “Salvar link como”). Você também pode escutar em uma janela 😉


Neste episódio:

Descubra o conceito de família.
Entenda o que a família de Deus.
Saiba o que significa fazer parte da família de Deus.


LINQUINUPOUST!

Podcast Wilson Porte Jr.
Resistência Podcast 39 – Por que vou à igreja?
Facebook Rafael Pavanelo
Facebook Abner Lobo
Twitter Abner Lobo


Área de Feedbacks

PADD Indica!

Pupilas Em Brasas #107 – Duplex: Preciosa E O Quarto De Jack


Assine o Feed do nosso podcast!

RSS Podcast Pelo Amor de Deus (http://www.peloamordedeus.org.br/feed/podcast/)
Assine no iTunes (http://www.peloamordedeus.org.br/itunes/)
Estamos também no YouTuner e Podflix, além de outros agregadores.


Acompanhe nas rede sociais!

Facebook – https://facebook.com/OficialPADD
Twitter – Siga @_padd


Créditos da trilha sonora:


  • Chegando pra confraternização da família PADD

  • Mael Spinelli

    Faaala pessoal! Muito bom esse PodCast. Vou compartilhar meu conceito de família… Acredito sim, que toda a igreja é uma mesma família, mas dos moldes antigos, onde temos um patriarca (Deus, no caso) e diversas tribos/clãs que compartilham da mesma perspectiva.

    • Boa perspectiva Mael, e olhando por esse ponto, faz sentido Deus ter “treinado” o povo com esse entendimento, já que a promessa da “descendência” de Abraão (ou seja, pai de muitos) se estendeu para Jacó, onde vemos essa divisão em tribos. Boa analogia. E obrigado pelo feedback 😉

      Abraço

      • Mael Spinelli

        Exatamente! Por ter essa perspectiva, é que me considero o oposto do “desigrejado”, mas um “superigrejado” rs, afinal, onde se fala a Palavra de Deus, me sinto em casa.

      • Mael Spinelli

        Só pra constar, realmente me referi ao personagem Isaías, é um profeta que gosto muito de ler (inclusive foi muito citado na meu TCC, sobre os Ciclos do Fim dos Tempos), as profecias são muito mais complexas do que o próprio personagem mesmo.

        • Show. Com certeza está na lista, quem sabe encaixamos ele no ano que vem 🙂
          Só ver o tempo do @rafaelbottega:disqus que grava os Personagens da Bíblia comigo, porque é um personagem mais amplo hehehe

  • Saí desse episódio refletindo muito!

    estou tentando alinhar algumas coisas com minha comunidade local. Posso dizer que estou disposto a mudar e ajudar a mudá-la no que for preciso.

    Agradeço muito a oportunidade de ouvir em primeira mão tudo isso que foi falado.

    Excelente episódio! (hahha)

    Um abraço
    Abner Lobo
    Os Piácast

    OBS.: meu áudio ficou meio ruim no final ne?! Será que fiz alguma coisa errada?

    • hahahaha
      Sempre avante 🙂
      Abraço

      Ps: teu áudio ficou mais baixo no final, e a distorção foi devido ao nivelamento. Se eu não nivelasse, ficaria muito baixo :/

  • Rafael Pavanelo

    É … ouvindo, nós refletimos muito mais do que falando rss. Nós temos o conceito de família bem definido, temos as instruções bíblicas de como nos relacionar-mos como família de Deus, temos a convicção de que o modelo “família” é a vontade de Deus pra nós, só nos resta agora dobrar-mos nossos joelhos e em oração pedir ao Pai que nos ajude a praticar tudo isso com nossos irmãos. Que o Espírito Santo nos conduza a cada dia nesse processo de amadurecimento familiar dentro das nossas igrejas. Como foi dito no episódio, é um desafio que nós temos, e minha oração é que Deus nos ajude nesse processo de viver em família como corpo na qual Cristo é o cabeça.

    Valeu galera do PADD. Deus os abençoe!

    • É isso ai Rafael, precisamos “viver” o evangelho para tudo o que Cristo nos ensinou seja a realidade.
      Abraço e obrigado pelo feedback!

  • Lourival Gonçalves

    Neste último domingo estive pregando no culto da Família e o tema da mensagem foi : O Evangelho transformador A aplicabilidade das boas novas na família. tem uma frase do Tim Keller que nos mostrar a vida familiar a parti do evangelho:
    “Só conseguimos realizar mudanças permanentes quando levamos o evangelho mais profundamente a nosso entendimento e a nosso coração. Temos de nos alimentar com o evangelho, por assim dizer, digerindo-o e tornando-o parte de nos mesmos. E assim que crescemos”
    O evangelho de cristo é inegociável e isso se aplica ao ensino e na educação dos
    filhos.Não se trata de uma simples e equivoca sujeição as escrituras, mas a compreensão do mesmo. Nós fomos concebidos em pecado e nessa condição tentamos negociar com o evangelho diante de nossos desejo e isso não soa estranho aos nossos filhos.

    Pode haver impulsividade por parte do ser humano, mas seus esforços são
    falíveis e serão remediáveis somente por meio da cruz. Os pais têm essa intransferível responsabilidade de mostrar sua condição como pecador e a demonstração de Deus como Perdoador,Misericordioso e justo. Erik Raymond diz que “Nossos filhos se encaixam em ideias, mas devemos moldá-las com conhecimento e entendimento”.
    O direito de ser filho não é uma exigência nossa de forma meritória,mas pelo seu sangue nos concede esse direito.
    Parabéns pelo Podcast!

    • Ótimo feedback Lourival! Não comentamos no episódio, mas esse relacionamento “família” de Pai e filho que Deus tem conosco é utilizado em muito versículos, até mesmo na disciplina e no cuidado. Deus nos chama de filhos e nos trata como tal, como um Pai que nos ama incondicionalmente. Alegra lembrarmos disso.
      Muito obrigado pelo feedback.
      Abraço!

  • Lourival Gonçalves

    Ah,minha dica de podcast que fala também um pouco do tema http://www.irmaos.com/326-a-simplicidade-dos-relacionamentos/