#PADD117: Mansidão

Postado por em nov 24, 2017 em Fruto do Espírito, Podcast | 15 Comentários

#PADD117: Mansidão

Tá no ar! Em mais um episódio da série Fruto do EspíritoEddieTheDrummer e Marlon Vieira conversam sobre a mansidão.

Deixe seu feedback nos comentários. É muito importante para nós!

Dê o play!

Para ouvir, clique no player acima ou clique em Download para baixar (caso não inicie o download, clique com o botão direito e clique em “Salvar link como”). Você também pode escutar em uma janela 😉


Neste episódio:

Saiba o que é a mansidão e o que significa esse atributo no Fruto do Espírito.
Conheça a mansidão na vida de Cristo.
Descubra como desenvolver esse atributo.


LINQUINUPOUST!

#PADD047: Calma, depois piora


Área de Feedbacks

PADD Indica!

NaMesaCast 52 – Violência


Assine o Feed do nosso podcast!

RSS Podcast Pelo Amor de Deus (http://www.peloamordedeus.org.br/feed/podcast/)
Assine no iTunes (http://www.peloamordedeus.org.br/itunes/)
Estamos também no YouTuner e Podflix, além de outros agregadores.


Acompanhe nas rede sociais!

Facebook – https://facebook.com/OficialPADD
Twitter – Siga @_padd


Créditos da trilha sonora:


  • Cheguei!

  • @lourivalgonalves:disqus nada de brigas por aqui…

  • Mael Spinelli

    Muito bom esse episódio! Mansidão é algo muito importante de ser lembrado (apesar de considerar minha maior falha ser na paciência rs).
    Há alguma previsão de um podcast sobre Isaías?

    • Muito obrigado pelo feedback Mael!

      Sobre Isaías, acho que vai demorar. Provavelmente colocaremos ele na série Personagens da Bíblia, mas tem outros personagens que falaremos antes. Obrigado pela dica.

      Abraço

      • Mael Spinelli

        Estou gostando muito do PADD…
        E acho que se fizerem um podcast com você, o Thiago Ibrahim (No Barquinho), Eduardo Spohr (NerdCast) e eu (claro :D), lendo uma genealogia… ia ser a maior batalha de trocadilhos do mundo!

  • Esse atributo é um dos que preciso estar sempre analisando, acho que acabo oscilando entre um extremo e outro. Não digo que sou daqueles que explode com facilidade, mas tenho algumas discussões mentais, e essas discussões, rapaz, são um problema…

    Mas tenho procurado aprender e melhorar isso!

    Novamente um excelente episódio!!!
    Um abraço
    Abner Lobo
    Os Piácast

    • Acho que todos, uma vez cristãos, trabalhamos diariamente para desenvolver esse atributo, porque não é fácil eheheheh

      Obrigado pelo feedback Abner!
      Abraço

  • Rafael Pavanelo

    Fala galera do PADD. Eu penso que a mansidão, em sua boa forma, vem com a maturidade. O fruto do Espírito faz parte do desenvolvimento cristão, do processo progressivo de nossa santificação, e quanto mais maduro, melhor rss. Como bem colocou o Marlon, a gente precisa falar menos e ouvir mais. Traduzindo pra nossa geração, precisamos ler mais e digitar menos rss. Grato por esse episódio. Um abraço e Deus abençoe vocês.

    • Ótima analogia do fruto com o amadurecimento, Rafael! Com isso, puxo pro meu modo de pensar sobre a igreja, pois podemos perceber a necessidade de vivermos em comunidade, para um auxiliar o outro a crescer, pois quando mais maduro, mais “definido” fica o fruto. Muito bom!
      E obrigado pelo feedback!
      Abraço

  • Olá pessoal!
    Excelente tema; excelente episódio.

    Penso que a série de ensino conhecido como o sermão do monte, registrado no livro de Mateus, capítulo 5, onde Jesus discorre sobre uma série de características, entre elas a mansidão, nunca deve ser entendida como características relativas a um ser humano perfeito, mas sim como características de um verdadeiro cristão.

    Assim, a mansidão de que Jesus fala, não é uma característica natural de uma pessoa, que vem de berço, que faz parte da personalidade ou do temperamento de alguém. Jesus não estava dizendo que a humanidade deveria ser gentil, alegre e feliz.

    A mansidão, na minha opinião, está mais ligada a força de caráter. Veja o exemplo de Davi, que mesmo perseguido por Saul, sabendo que ele próprio iria herdar o trono, se resignou e abriu mão de deixar aflorar a vontade natural de se vingar por tão injusta perseguição.
    Ou mesmo o exemplo do profeta Jeremias, que embora se sentisse como “um caldeirão fervente”, mantinha-se manso.

    Mas nosso maior exemplo vem de Cristo, que sendo Deus, humanamente se submeteu àquilo que o Pai lhe condicionava, com mansidão e obediência.

    Devemos entender que a mansidão deve ser uma característica de alguém que foi alcançado pela Graça salvadora, que reconhece sua condição pecaminosa e que só pode exerce-la ao se submeter ao senhorio de Cristo. Longe de ser perfeito nessa área, busco dia a dia o crescimento; e agradeço a vocês por trazerem esse tema que me fez refletir bastante.

    Desculpe o texto longo e que Deus os abençoe : )

    Rodrigo Oliveira – Resistência Podcast

    • Exatamente Rodrigo! Nessa série, todos os atributos só podem ser alcançados através do Espírito Santo em nossas vidas. Por isso fazem parte do Fruto do Espírito Santo. Podemos até “desenvolver” uma mansidão por mérito próprio, mas será falsa e nada saudável.
      Obrigado pelo feedback!
      Abraço