#PADD046: Abraão, o pai das nações

PADD046: Abraão, o pai das nações

Tá no ar! Continuando o episódio anteriorEddieTheDrummer e Rafael Bottega falam sobre a história de Abraão e o que podemos aprender com ele.

Deixe seu feedback nos comentários. É muito importante para nós!

Dê o play!

Para ouvir, clique no player acima ou clique em Download para baixar (caso não inicie o download, clique com o botão direito e clique em “Salvar link como”). Você também pode escutar em uma janela 😉


Neste episódio:

Saiba o significado do homem Abraão.
Conheça a grande fé de Abraão.
Descubra como Abraão errou, assim como Abrão.


Links comentados:

O Silêncio de Deus – Metal Nobre
Texto: O cântaro de Rebeca


Área de Feedbacks

FanPage Se Liga Crente
EddieTheDrummer esteve no MCM 43 – Sintonize Música Véia

PADD Indica!

OsCabraCast #19 Redimindo a Música Cristã Brasileira


Assine o Feed do nosso podcast!

RSS Podcast Pelo Amor de Deus (http://www.peloamordedeus.org.br/feed/podcast/)
Assine no iTunes (http://www.peloamordedeus.org.br/itunes/)
Estamos também no YouTuner, Podflix e Podfy


Acompanhe nas rede sociais!

Facebook – https://facebook.com/OficialPADD
Twitter – Siga @_padd


  • “Abraão tem muitos filhos, muitos filhos ele tem. Eu sou um deles, você também. Louvemos ao Senhor[…]”

    [Insira aqui um elogio ao podcast como “míííítico” ou “tá de pa(i)rábens como sempre”]

    Realmente o lance de Isaque (mesmo já clichê hoje em dia, o que as vezes torna falar sobre a passagem desgastante para alguns) é uma história interessante. Eu sempre fico com o pé atrás e um pouco de receio de quando interpretam Abrãão falando “eu vou subir como o menino vamos adorar e já voltamos” como um comprovante da fé de Abrãão que o menino ia ressuscitar ou mesmo que já tinha claro que algum animal ia morrer no lugar, pois a Biblia simplismente relata a passagem e não diz se está certo ou errado o que ele diz. Acredito que ele disse aquilo para não assustar os servos que provavelmente o impediriam de matar o filho achando que estava louco ou mesmo para não causar um sofrimento desnecessário em seu filho Isaque, poupando-o da dor o maior tempo possível. Sobre “Deus prover o cordeiro para si” achei muito pertinente o que falaram, pois não tinha pensando nisso, mas faz todo o sentido, naquele momento Abraão acreditava que o melhor sacrifício para Deus era o seu filho e que ele era o cordeiro, claro que como não era um assassino não ficou pulando de alegria com isso. Fico impressionado com a fé dele que mesmo sem entender como Isaque seria morto e que Deus prometeu fazer do filho uma grande nação que abençoaria as outras, ele entendeu que isso já não era mais dele e que Deus proveria uma forma para continuar com sua promessa, ai ressurreição é subentendida neste trecho. Para sorte de Isaque tinha um carneiro. Bendito seja o carneiro. Feliz foi o Isaque.

    ps: Pobre do Ismael, tenho dó do cara. Pelo menos não morreu de sede como o pessoal de São Paulo.

    ps2: Será que Abrãão tinha servas com outras letras do nosso alfabeto? Tinha H(r), podia ter a I(r), J(r), K(r).

    Ok, chega “tá beleza, Eddie”.

    • Muito obrigado pelo feedback Felipe! Cara, é bem isso mesmo. Também acredito que Abraão quis deixar a galera na tranquilidade, mas devia estar com medo. Do contrário, perde todo o sentido do relato de Isaque.

      Esse trocadilho de Agar foi bem pegado ahhahaha

      Abraço

  • Mais um ótimo episódio. Realmente é impossível imaginar o que passou na cabeça de Abraão quando Deus pediu o sacrifício de Isaac. Na verdade apesar de o sacrifício não ter se consumado, el foi realizado no coração de Abraão três dias antes ao acatar a ordem divina. Um home como qualquer um de nós, com seus defeitos, pecados, erros, mas disposto a andar na promessa de Deus. Isso nos ensina que se estivermos dispostos a trilhar o caminho proposto por Jeová, coisas extraordinárias irão acontecer. Grande abraço.

    • Exatamente Luis! Deus capacita os escolhidos 🙂
      Obrigado pelo teu feedback.
      Abraço

  • Pingback: #PADD048: A última ceia | Pelo Amor de Deus()

  • Pingback: #PADD059: Israel segundo a Bíblia | Pelo Amor de Deus()

  • Pingback: #PADD073: Isaque, O Filho Da Promessa | Pelo Amor De Deus()

  • Pingback: #PADD094: Quando eu mudo o mundo muda | Pelo Amor de Deus()