O Filho Pródigo

Postado por em jul 26, 2017 em Blog | Um Comentário

O Filho Pródigo

Olá pessoal, como estão?

Hoje eu gostaria de falar sobre a parábola do Filho Pródigo, uma das parábolas mais conhecidas. Nesta parábola, encontrada no livro de Lucas, no capítulo 15, a partir do versículo 11, Jesus conta sobre um homem que tinha dois filhos. A história começa quando o filho mais novo pede para seu pai sua parte da herança (Lucas 15:12). Quando recebe sua herança, ele junta todos os seus bens e decide partir para um país distante.

Chegando em seu destino, fez muitos amigos e resolveu aproveitar ao máximo o dinheiro que havia ganhado como herança, se entregando às tentações e aos desejos da carne. Porém, com o excesso de gastos, o dinheiro não durou muito, os amigos se afastaram e, se não bastasse, o país onde ele se encontrava começou a enfrentar uma terrível fome. Aquele jovem se encontrou sozinho e passando por grandes dificuldades (Lucas 15:13-14).

Tentando encontrar uma maneira de se sustentar, o jovem tentou falar com cada um dos moradores daquele país, até encontrar um homem que o enviou à sua fazenda para cuidar da sua criação de porcos. Naquela fazenda ninguém lhe dava o que comer, e o jovem, com fome, sentia vontade de comer a comida dos porcos (Lucas 15:16). Foi nesse momento em que ele lembrou-se da casa de seu pai, onde vários trabalhadores tinham fartura de alimentos. Então, arrependido, o jovem decidiu voltar para a casa, nem que fosse para trabalhar como escravo de seu pai.

Quando ainda estava longe de casa, seu pai o avistou e, com muita pena, foi ao seu encontro. Quando se encontraram, seu pai lhe abraçou e lhe beijou, feliz por seu filho ter voltado para a casa. O jovem, envergonhado, pediu perdão ao pai por ter desperdiçado toda a herança, e agora estava disposto a trabalhar para ele. Porém, o pai ordenou que empregados vestissem o jovem com roupas novas, colocassem sandálias em seus pés e um anel em seu dedo, além de mandar matar um bezerro gordo para fazer uma grande festa (Lucas 15:22).

Essa história é uma emocionante representação do amor que Deus tem pelos seus filhos e através dela conseguimos tirar três lições para a nossa vida.

Em primeiro lugar, aprendemos que escolhas erradas podem trazer sérias consequências. Isso nos lembra a frase “a vida é feita de escolhas”, que é citada por vários autores e muito utilizada no nosso dia a dia. Podemos dizer que é uma afirmação correta, visto que, todos os dias, precisamos fazer novas escolhas e tomar várias decisões. Entretanto, se pensarmos bem, para cada escolha há uma consequência. Então não são as nossas escolhas que vão definir nosso caminho, mas sim as consequências das escolhas que fizermos.

Em segundo lugar, vimos que a ânsia pela independência e a vontade de seguir seu próprio caminho trouxe grandes problemas para aquele jovem. Não estou dizendo que buscar a independência é errado, pelo contrário, a vida, em algum momento, vai exigir que sejamos independentes. Porém, em um contexto espiritual, tentar agir de forma independente, com o pensamento de que não precisamos da ajuda de Deus é uma atitude muito perigosa. Nós sabemos apenas as coisas que já aconteceram e o que está acontecendo no momento, mas Deus, que é onisciente, sabe das coisas que ainda não aconteceram, e com isso, pode nos mostrar o caminho certo a seguir.

Em terceiro lugar, vimos que, depois de tantas escolhas erradas, o jovem foi sábio em se arrepender e decidir retornar para a casa. Como seres humanos, estamos suscetíveis a falhas, muitas vezes, acabamos nos afastamos dos caminhos de Deus e ficamos com medo de sermos julgados ao retornar. Mas com essa parábola, vimos que em nenhum momento o pai julgou o filho, mas correu ao seu encontro e o recebeu com uma grande festa.

Se por algum motivo você se afastou dos caminhos de Deus e quer retornar, mas tem medo de ser julgado ou condenado, saiba que Ele está te esperando. Se você se arrepender e voltar para a casa do Pai, Ele correrá ao seu encontro para te receber. Ele não vai te julgar, nem te condenar, pelo contrário, vai te receber com grande alegria, pois o filho que estava perdido, finalmente, voltou para a casa.

Fiquem com a Paz do Senhor!

Sobre Maírton Ferreira

Maírton é uma pessoa alegre, que está sempre sorrindo e procurando ver o lado bom das coisas. Gosta de rir, conversar e estar perto das pessoas que ama. Adora estudar e aprender coisas novas. Não recusa um chimarrão, nem um bom livro. Gosta de desenhar, cantar e escrever nas horas vagas. Enfim, é uma pessoa simples que procura levar uma vida longa e feliz, até Jesus voltar.

  • Julia Betina Oelke

    Deus te abençoe e continue te usando!!