Não somos mais programados pra cair!

Postado por em abr 6, 2016 em Blog | Sem Comentários

Não somos mais programados pra cair!

E ae Galeredo tudo na boa?

Faz um tempinho que não tenho postado nenhum texto, e antes de mais nada gostaria de pedir perdão a quem acompanha semanalmente o Uma Dose de Loucura, talvez tenha procurado novos posts e nada tinha sido compartilhado.

Mas já que um tempo atrás me comprometi em comentar sobre a letra de algumas canções, resolvi tirar do papel algumas ideias e compartilha-las com todos vocês, já que tinha adiado isso por sentir que devia falar a respeito de outras questões que naquele momento eram mais significativas para mim.

Mas vamos lá, chega dessa enrolação toda!

Aaah lembrei, como deixei claro em outros posts com a mesma proposta, não quero dizer aqui que a música foi escrita para a adorar a Deus, mas que podemos sim, segundo o cristianismo tirar algumas lições de suas letras!
Létes Gouu Pípous!

Hoje gostaria de comentar a respeito da música Amianto, da Banda Supercombo.

Tenho que admitir que curto muito a melodia da música, a levada, toda ela basicamente, mas talvez o que mais me chama atenção é a sua letra e conteúdo, a poesia contida nela, onde fecho os olhos e me coloco exatamente no meio da história, como se estivesse observando aquela mulher querendo loucamente se suicidar e uma pessoa lá embaixo tentando convencê-la da verdade. Te convido a fazer o mesmo que eu, fechar os olhos, ouvir a música e imaginar toda aquela cena, acredito que isso vai te ajudar a entender melhor a loucura de hoje.

Vai lá, te desafio!! 😛

Acho muito bacana a analogia e como a música explica o que é a vida e a morte, o como é usado o exemplo de uma moça encima em uma sacada pronta para se atirar de lá, mas juntando tudo isso, toda a cena, vem a grande questão, afinal o que é a vida? O que é a morte?

A música diz assim:

“Que a vida é como mãe

Que faz o jantar e obriga os filhos a comer os vegetais

Pois sabe que faz bem

E a morte é como pai

Que bate na mãe e rouba os filhos do prazer de brincar

Como se não houvesse amanhã”

Muito bacana, mas será que é só isso? Volte para a cena, mas agora troque os papéis, você será a pessoa querendo pular, e o Espírito Santo a pessoa lá embaixo tentando te acalmar e querendo te falar a respeito da verdade, tentando te convencer do quanto a sua vida é preciosa, e de como você está prestes acabar com ela!

Mas pra falarmos da vida, vamos antes falar sobre a morte, o que é a morte??

Vamos para a Bible:

“Portanto, da mesma forma como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim também a morte veio a todos os homens, porque todos pecaram;” –Romanos 5:12 (NVI)

“Onde está, ó morte, a sua vitória? Onde está, ó morte, o seu aguilhão? ”
O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a Lei.”  – 1 Coríntios 15:55,56 (NVI)

Sabemos que a morte, é a separação de Deus, e o pecado nos afasta dEle, o pecado nos leva a morte, afinal, não existe vida sem Jesus, sem Ele nós não vivemos, nós sobrevivemos! A morte nos tira o prazer de brincar como se não houvesse amanhã.

A partir disso podemos ter uma ideia mais clara do que é a vida, já que a vida não abriga morte, a vida é a ausência de morte, e só pode ser encontrada em Deus.

Voltemos a Bible:

“A vida se manifestou; nós a vimos e dela testemunhamos, e proclamamos a vocês a vida eterna, que estava com o Pai e nos foi manifestada.” – 1 João 1:2 (NVI)

“Respondeu Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim.” – João 14:6 (NVI)

O próprio Jesus é a vida, a vida só existe nEle, uma vida que não acaba, que permanece para sempre, pois Ele vive de eternidade em eternidade! A vida foi manifestada diante de nós, e nós a proclamamos para que outros vivam verdadeiramente!

Tá Ariel, isso já sabemos, mas o que tem a ver com a música?

Lembram que falei pra fechar os olhos e imaginar a cena em que se passa a música, e que disse para nos colocarmos no lugar da moça e Jesus no lugar da pessoa que tenta convencer? Se você fez isso vai entender o que eu estou falando.

Falo isso porque muitas vezes estou disposto a trocar minha preciosa vida (afina Cristo morreu por Ela) por um caminho de morte, estou a segundos de morrer, e se não for pelo Espírito Santo eu já teria me atirado em direção a morte, pois a vida aparentemente se voltou contra mim, como se a vida tivesse me desapontado. Viver não é fácil, Deus não disse que seria, pois temos que morrer pra nós mesmos todos os dias, para que Ele viva por nós.

Acabamos trocando a Vida que nos foi dada em Cristo, pelo mero capricho dos nosso pecados, esquecemos que recebemos vida e passamos a achar que somos donos dela, como se Deus existisse pra ser posto na carteira!

A canção diz:

“Moço, ninguém é de ferro

Somos programados pra cair”

Mas a bíblia diz:

“Visto que a morte veio por meio de um só homem, também a ressurreição dos mortos veio por meio de um só homem.
Pois da mesma forma como em Adão todos morrem, em Cristo todos serão vivificados.” – 1 Coríntios 15:21,22 (NVI)

Lembre-se, nós não somos mais programados pra cair!

Abração de Urso Obeso!!

Sobre Ariel Zimermann

Uma criança crescida, que acha motivo pra rir, até quando é pra chorar. Conheci a Cristo com meus 15 anos, sou Gaúcho, Estudante de Engenharia Elétrica, que encontra na música uma forma de mostrar a grandeza de um Deus infinito. Aquele que senta na rua e fica olhando as estrelas por horas, conversando com Deus, tomando café no meio da rua. Sou direto, até demais, pois sinto que as pessoas devem ouvir o que elas precisam ouvir, e não o que elas querem ouvir.