Não crie expectativas

Postado por em fev 10, 2014 em Blog | 4 Comentários

Não crie expectativas

Leia a bula: para começo de conversa, não crie expectativas sobre esse texto. Em conversas de happy hour com o “Design” Jairowiskis, compartilhamos sobre expectativas e como Deus estava nos ensinando sobre isso. Conversa vai, conversa vem, resolvi escrever sobre isso e quando fui passar a frase para a criação da arte ele comentou que também estava escrevendo em seus post esporádicos sobre isso. No momento pensamos em escrever um post coletivo mas então percebemos que é muita expectativa para um texto só (hahahaha). Hoje eu falarei sobre expectativas e amanhã o nosso designer, mas cá entre nós: não crie expectativas!

Eu me decepcionava com uma grande frequência, pois depositava nos mais próximos grandes expectativas, obviamente me frustrava, pois aqueles não eram os desejos da pessoa e sim os meus, depositados nela. Muitas vezes eu esperava das pessoas uma atitude que eu teria em determinada ocasião sem levar em conta de que não era eu quem estava agindo, que não era o meu coração ou o meu jeito de ver as situações. É muito difícil quando alguém que gostamos nos decepciona, por menor que seja a decepção nos abalamos e começamos a nos questionar sobre a outra pessoa, isso só faz mal a nós mesmos. Durante muito tempo eu esperava mais das pessoas do que de mim mesma e vivia decepcionada.

Quando eu resolvi escrever sobre expectativas não tinha me dado conta do quanto Deus trabalhou na minha vida nessa questão, pois realmente era algo que me desestruturava, que me deixava irritada, como se as pessoas tivessem culpa de não ter agido como eu. Aos poucos, quando Deus começou a moldar o meu coração e a me ensinar algumas coisas, eu percebia nitidamente acontecimentos para eu aprender a lidar com isso, e fui aprendendo que é somente Ele que realmente importa.

Sempre que colocarmos pessoas, trabalho ou faculdade na frente de Deus acabaremos nos decepcionando. Temos que depositar tudo em Deus, nossas expectativas, nossas angústias e nossas esperanças. Hoje eu sei que é nEle que tenho que buscar colo, amor e atenção, só Ele pode encher meu coração e me confortar.

Se não agíssemos pelas possíveis atitudes das pessoas e buscássemos surpreende-las, seriamos mais felizes, por estar fazendo-as felizes e ainda despertando o desejo de surpreender.

Deixo esse trecho de uma música como desafio pras nossas vidas: “Você que pensa em tudo me mostre o quanto pode amar”.

Permita se surpreender com as pessoas, não espere nada e procure surpreendê-las!

Aja com o seu coração e não na esperança do reconhecimento!

Expectativas podem falhar, surpresas são sempre surpresas!

Não crie expectativas nas pessoas, crie flores e as surpreenda!

Pense menos, ame mais!

Espere em Deus e ame o próximo como a si mesmo.

Ah se a gente soubesse o quanto o carinho salva, a atenção alimenta e a união fortalece, não estaríamos perdendo uns aos outros todos os dias.” – Cristina Custodio

Sobre Paloma Pena

Teimosa, intensa, super protetora, eterna criança, aprendiz de engraçada.

  • Michel Marchetti da Rosa

    Ótima postagem Paloma, me faz refletir em como com tanta facilidade inverto minhas prioridades deixando Deus em segundo plano!

    • Paloma Pena

      Obrigada Michel. Pois é, quando a gente se descuida um pouco já começamos a inverter as prioridades e quando vemos estamos decepcionados porque as coisas não saem como o planejado.

  • Edson Romanatto

    Obrigado Paloma, tantas vezes já criei tanta expectativa nas pessoas e tive que aprender parar com isso da pior forma, sofrendo e me decepcionando mas Deus me deu grandes oportunidades para melhorar nesse aspecto, demorei para aprender acho que por ser cabeça dura, mas aprendi e o que eu li agora realmente me fez refletir mais ainda por ter me identificado com algumas situações citadas.

    • Paloma Pena

      Fico feliz que tenha te ajudado Edson, como eu disse eu também aprendi da pior forma e é algo que a gente sempre tem que estar cuidando sabe, se a gente desvia os olhos de Deus logo voltamos a criar expectativas e se frustar novamente. Temos sempre que estar atentos.