Moedas de prata

Postado por em dez 22, 2014 em Blog | Sem Comentários

Moedas de prata

“Judá disse então a seus irmãos: “Que ganharemos se matarmos o nosso irmão e escondermos o seu sangue? Vamos vendê-lo aos ismaelitas. Não tocaremos nele, afinal é nosso irmão, é nosso próprio sangue”. E seus irmãos concordaram. Quando os mercadores ismaelitas de Midiã se aproximaram, seus irmãos tiraram José do poço e o venderam por vinte peças de prata aos ismaelitas, que o levaram para o Egito.” –  Gênesis 37:26-28 (NVI)

Esse trecho de Gênesis retrata o momento em que José foi vendido pelos próprios irmãos. No primeiro momento eles só queriam se livrar dele, pois era mais amado pelo pai e teve sonhos em que revelava que ele reinaria e governaria sobre eles e mais tarde resolveram lucrar com o sumiço do irmão.

Quantas ocasiões nos vendemos ou vendemos alguém por moedas de prata? O exemplo de José, é o mais parecido com o de Jesus:

“Então, um dos Doze, chamado Judas Iscariotes, dirigiu-se aos chefes dos sacerdotes e lhes perguntou: “O que me darão se eu o entregar a vocês? ” E eles lhe fixaram o preço: trinta moedas de prata.” – Mateus 26:14-15 (NVI)

Nós culpamos Judas por ter entregue Cristo, porém Ele não precisaria ter passado por todo aquele sofrimento se não tivéssemos pecado, se nós mesmos, quase dois mil anos após sua morte não o vendêssemos por alguma “moeda de prata”.

Quantas vezes ao longo da semana, mês ou ano trocamos a vida com Cristo por algum luxo, pelo pouco tempo que pode ter “livre”, por outras pessoas, emprego?

Quantas vezes tentamos comprar Cristo? Cada ato que não fazemos de coração, é uma tentativa de comprar a vida com Cristo, seja por obras de doações, seja por ajudar algum necessitado, seja por doar um tempo da sua vida sem amor; tudo o que fazemos achando que vamos agradar à Cristo sem nossa própria vontade, é tentativa inútil de comprar o amor de Cristo.

“Pereça com você o seu dinheiro! Você pensa que pode comprar o dom de Deus com dinheiro?” – Atos 8:20b

O ano tá acabando, que a gente possa realmente refletir no que têm sido nossas moedas de prata, o que estamos tentando ganhar ao fazermos trocas, trocando pessoas, objetos e principalmente Cristo. Desejo que nesses últimos dias a gente faça uma autoavaliação e renove nossos votos com Cristo, sem trocas, apenas por amor. Ele nos deu o melhor presente que qualquer pessoa pode dar à outra, nos deu uma nova chance de viver, não esqueçamos de valorizar esse sacrifício sem interesse algum, apenas por amor.

Estamos na época onde as pessoas ficam mais sensíveis, vamos aproveitar esse clima de comemorar o nascimento do grande Salvador, e falar para as pessoas o real motivo que devemos festejar. Vamos aproveitar para comemorar e firmar nosso renascimento com Ele.

Sobre Paloma Pena

Teimosa, intensa, super protetora, eterna criança, aprendiz de engraçada.