Mãe

Postado por em maio 12, 2014 em Blog | Um Comentário

Mãe

Eu resolvi falar um pouco do que ser mãe significa para mim, eu sei que você está lendo esse post depois do dia das mães, mas acho que vale parar cinco minutos e dar um abraço em nossas mães.

Todos são filhos, mas nem todos conseguem ser mães. Afinal mãe não é só a pessoa que te carregou por longos meses na barriga. Mãe não é só a pessoa que durante anos perdeu o sono porque você sofria com alguma dor. Mãe não é só a pessoa que te deu o primeiro banho. Mãe não é só a pessoa que se emocionou com suas primeiras tentativas de chamá-la. Mãe não é só a pessoa que sempre fez questão de estar em tudo que você ia realizando enquanto crescia… o primeiro dia do berçário, a primeira aula de ballet, o primeiro jogo de futebol, a apresentação da escola. Mãe não é só a pessoa que se preocupou quando você começou a ter amigos “malcomportados”. Mãe não é só a pessoa que fica braba quando você não tá bem na escola. Mãe não é só a pessoa que quer saber tudo o que acontece com você. Mãe não é só a pessoa que começa a ter dores de cabeça uma semana antes da primeira festa que você irá. Mãe não é só a pessoa que não dorme enquanto você não chega em casa. Mãe não é só a pessoa que não pode te ver chorando que seu coração se parte. Mãe não é só a pessoa que se orgulha em ter te tornado uma pessoa boa. Mãe não é só a pessoa que fala e você aprende. Na verdade mãe é tudo isso e muito mais. (Mãe não é só a pessoa que fica horas, ou melhor dias, se preocupando com uma espinha que você tem no meio da bochecha, porque com 22 anos não se cuida: essa é a minha mãe as 23:39 do dia 08/5). Mãe é aquela tia que sofre as tuas crises existências. Mãe é aquela avó que faz questão de refazer aquelas brincadeiras bobas em que você cresceu ou então aquela que contava sempre as mesmas histórias e que fazia você se emocionar em todas elas. Mãe é aquela dinda que te busca das festas. Mãe é aquela professora que te motiva a crescer. Mãe é aquela irmã mais velha rabugenta que tá sempre criticando. Mãe é aquela irmã mais nova que te “puxa a orelha” sem precisar falar nada. Mãe é aquela colega de apartamento que liga pra saber se tá tudo bem porque se atrasou uma hora do seu horário normal. Mãe é aquela prima com quem tu cresceu vendo seus acertos e erros. Mãe é aquela colega que se preocupa contigo sem querer demonstrar. Mãe é aquela amiga que te xinga. Mãe é aquela vizinha que te amamenta. Mãe é aquela amiga da família que te cuida. Mãe é aquela mãe da amiga. Existe também mães que são homens. Afinal de contas, mãe é a pessoa que te ensina, xinga, cuida, deixa de castigo.

A minha mãe, de sangue, me ensinou a ser quem eu sou. Foi com ela que aprendi a ter fé, mesmo ela não sendo uma cristã praticamente, cresci sabendo que tudo era por Deus. Ela me ensinou a falar. Ela me presenteou com aqueles brinquedos que despertavam meu raciocínio e minha imaginação. Foi ela que me ensinou os valores que devemos dar aos nossos pais, demonstrando através dos meus avós. Foi ela que mostrou que construir uma família é se entregar todos os dias. Ela demonstrou a vida toda que se eu quero conquistar algo eu preciso batalhar pra isso. Ela me mostrava com um olhar de decepção quando eu errava, mas com palavras de amor, para que eu realmente aprendesse o certo. Sem sombra de dúvidas minha mãe ensinou a mim e as minhas três irmãs o que é ser mãe, se conseguiremos é outra história. Particularmente, eu tenho medo de gerar um filho e não conseguir ser MÃE. Só pra deixar claro aqui, nenhuma mãe é perfeita, elas pegam no pé, ligam de meia em meia hora, elas ficam desconfiadas, preocupadas, irritadas por nada, mas mãe não é só amamentar, trocar, cuidar. Ser mãe é ensinar o novo ser que entra na sua vida a ser uma boa pessoa.

Mãe é quem te cria, mãe são as pessoas usadas por Deus pra te moldar numa pessoa melhor. Então se você não tem sua mãe biológica reflita e encontre sua mãe.

Eu gostaria que você refletisse, quem você seria hoje caso não tivesse vivido todos esses anos com as mães da sua vida?

Valorize essas pessoas que aceitaram fazer parte do teu crescimento. Que abriram mão de alguns momentos da vida pra cuidar de ti. Fale pra elas que elas são responsáveis por quem você se tornou. Não é à toa que um dos grandes mandamentos de Deus é honrar teu pai e tua mãe. Chegou a hora de você cuidar e valorizar eles. Eles fizeram isso por um bom tempo por você.

Não deixe de demonstrar seu carinho e gratidão pelas pessoas, você não sabe se e quando verá novamente.

,

Sobre Paloma Pena

Teimosa, intensa, super protetora, eterna criança, aprendiz de engraçada.

  • Vittória Pena

    Bah! Que bom ter como mãe a nossa! Tu também é mãe na vida de muita gente, maninha. Inclusive na minha! Que Deus continue usando teus posts pra tocar nossos corações!