Levanta-te, Tabita!

Postado por em jun 23, 2015 em Blog | Sem Comentários

Levanta-te, Tabita!

Havia em Jope uma mulher diferente. A pequena Tabita desconhecia outro mundo que não o seu, mas tinha certeza de que sua vida era envolvente.

Tecia, servia, ajudava, amava… E como era querida por todos à sua volta!

Por onde passava, tinha cântaro, linhas de fiar e um brilho nos olhos característico de quem vivia em paz com seu Criador.

– Lá vai a moça cheia de boas obras! – diziam os banqueiros, porque sabiam das esmolas que saíam de seus bolsos.

Tabita tinha uma fé incomparável.

Especial, única, mas humana. Assim seu caminho percorria-se em torno de suas fragilidades, quando inevitavelmente uma doença bateu à sua porta e a levou.

– Tabita morreu! A moça cheia de boas obras foi embora… Para nunca mais voltar.

A notícia rapidamente espalhou-se pelo vilarejo. As viúvas choravam, as jovens fiavam sem palavras uma linda túnica para seu cortejo, e os homens se perguntavam porque tão terrível súbito acometeu todo o povoado.

– Chamem Pedro! – disse um dos homens com profundo lamento – Ele está passando pelas proximidades de Jope. Nós queremos que ele faça a cerimônia de despedida.

Pedro foi avisado e a cena em Jope era muito mais trágica do que ele esperava. Ao entrar na pequena casa de Tabita, logo direcionou-se ao quarto em que a lavavam e a vestiam.

Seus olhos eram como plataformas que edificavam bases para a realização de um milagre.

– Saiam todos do quarto. – disse Pedro – Quero fazer uma oração sozinho.

Desconfiadas da solicitação, as mulheres saíram e ele pode enfim colocar-se de joelhos à beira da cama onde o corpo da moça cheia de boas obras descansava. Seu coração ardia pelo impossível:

Poderia ele ser um instrumento para a ressurreição?

– Tabita, levanta-te! – ordenou Pedro quando toda a sua espinha se arrepiava e o sangue em seus dedos parecia ter sumido em um segundo.

Quando Pedro levantou o rosto, os olhos de Tabita estavam abertos. Pareciam perdidos, depois de uma longa noite de sono em que as pálpebras ainda tentam se encontrar.

Viva.

Diga a Jope que ainda há uma obra para se completar!

Diga que Tabita vai conosco ficar!

Diga ao povo que prossiga amando a esse Deus que faz um morto ressuscitar.


Segredo da semana: Com toda a certeza, a história de Tabita é uma das mais lindas da Bíblia para mim. Sua vida é referência para a mulher que eu quero ser todos os dias, e o milagre que viveu apenas enche mais o meu coração de fé. Hoje, porém, me lembrei de Pedro e dos medos que devem ter passado por sua cabeça ao se deparar com tamanha responsabilidade. Foi necessária muita fé para que as palavras que ressuscitaram Tabita saíssem de seus lábios!
Desafio da semana: Assim como Tabita, alguns sonhos nossos podem ter morrido ou desaparecido das nossas prioridades. Por isso, te desafio a ser Pedro hoje. Diga para Tabita se levantar! Você consegue unir sua fé com a minha?

Sobre Andressa Rosa

Se fosse definir uma menina cheia de sonhos, louca por Jesus e pelo poder que está no nome dEle... Se fosse definir a filha, a estudante de comunicação social, a atriz de alma e formação, que tem seu casamento planejado desde os 7 anos de idade... Se fosse definir o mundo dos "talvez" e das certezas, uma pequena biografia não seria o bastante. Então me chame de Dede. E vem conversar comigo!