Irrepreensíveis em Cristo

Postado por em jan 15, 2014 em Blog | Um Comentário

Irrepreensíveis em CristoE o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.” – 1 Tessalonicenses 5: 23 (ACF)

Ao falar da irrepreensibilidade em Cristo, Paulo quer destacar que a ação de Deus alcança o homem no todo (espírito, alma e corpo), e não por partes. A carta é uma expressão de alegria e de fé, pois a comunidade se manteve firme na fé. Não apresentando advertências muito sérias. O problema principal era a preocupação dos cristãos com a morte dos integrantes da comunidade, e que estariam fora da salvação, uma vez que ainda não acontecera a vinda próxima de Jesus. Este capítulo de Tessalonicenses retrata de como será a vinda de Cristo.

  • A Santidade nos leva a irrepreensão.
  • Quem quer ser irrepreensível, precisa amar a repreensão.
  • Ser irrepreensível é ser seguidor de Cristo.

Irrepreensibilidade significa: pessoa que não tem falha, perfeita. Sabemos que o único perfeito é Jesus, mas através dEle e de seus ensinamentos, podemos perceber que a cada princípio e ordenança que Ele atribui para a nossa vida cristã, Ele designa a santidade; e santidade nada mais é do que uma vida irrepreensível, um viver digno de Deus, um cristão obediente e temente a Ele.

Ser uma pessoa irrepreensível não significa que seremos pessoas perfeitas que nem Jesus, mas sim, mostra que seremos cristãos que vivem a Sua vontade, que cumprem com a sua missão terrena, que demonstram Cristo para as pessoas através de seus testemunhos, e que buscam diariamente ter uma intimidade com o Pai, que se alegram por estar com Ele, e principalmente que se arrependam dos seus pecados e se voltem para a Cruz de Jesus, o adorando pelo Seu sacrifício por cada um de nós e vivendo uma vida plena segundo o Seu coração. Isso é ser um cristão irrepreensível.

Buscar ser um cristão sem nenhuma repreensão, é caminhar rumo a santificação, nos voltando somente para a vontade do Pai, pois é só através dEle que nos tornamos pessoas dignas e de boa conduta, na qual não podem ser acusadas de nada.

Um grande exemplo de discípulo, que viveu uma vida de santidade a Deus foi Paulo; depois do seu convertimento dedicou sua vida ao ministério de Cristo, levando inúmeras pessoas a conhecer, aceitar e crer em Jesus como seu Senhor e Salvador. Assim nos mostrando diariamente o seu viver perante Deus:

Tanto vocês como Deus são testemunhas de como nos portamos de maneira santa, justa e irrepreensível entre vocês, os que creem. Pois vocês sabem que tratamos cada um como um pai trata seus filhos, exortando, consolando e dando testemunho, para que vocês vivam de maneira digna de Deus, que os chamou para o seu Reino e Glória.” – 1 Tessalonicenses 2:10-12 (NVI)

Nesta passagem, Paulo nos mostra como era seu testemunho diante do povo daquela época, na qual era notável seu viver digno, santo e irrepreensível. Isso nos mostra que este discípulo buscou fazer a vontade daquEle que morreu por ele, deixando demonstrado na Palavra que não é impossível nos tornarmos pessoas justas, dignas, santas e irrepreensíveis que nem ele foi.

Segundo Paulo, para se tornar um cristão santo, justo e irrepreensível, é preciso agir de maneira contrária ao que o mundo ordena, precisamos realmente “andar contra o vento”, para isso ele nos deixou alguns passos para começarmos a viver a irrepreensibilidade:

  1. Ser irrepreensível é não possuir nenhum tipo de engano, não induzir alguém ao erro. Paulo nos mostra seu procedimento de vida, aliás, nos diz que devemos viver de maneira honrosa e louvável, por isso não podemos ser pessoas de má fé, que induz o próximo a pecar, na qual prega uma coisa e vive outra totalmente contrária.
  2. Ser irrepreensível é não tocar qualquer coisa imoral, impura. Aqui, Paulo nos designa a um caminho de controle dos nossos desejos, de paixões carnais, onde nos mostra que ele vivia uma vida moral, com um coração reto e puro diante do Senhor, demonstrando um espírito vivo e saudável com aquilo que vinha do Alto.
  3. Ser irrepreensível é não ter dolo, má-fé. Para vivermos um cristianismo sem repreensão precisamos buscar mais a honestidade, a sinceridade e tudo aquilo que procede de Deus, pois cristãos que têm boa índole não maquinam erros de outros e nem tem a intenção de atingir ou causar danos a alguém.

Em verdade, é isto que caracteriza o andar irrepreensível: um desejo consumidor no sentido de honrar o nome de Jesus diante de todo homem. Não somos perfeitos, mas lutar contra a carne e nossos desejos pecaminosos, é o início para uma caminha irrepreensível e santa, batalhando em busca da justiça de Cristo pela fé

E então? Será que temos procurado viver uma vida pura e irrepreensível diante das pessoas e também diante de Deus? Se temos falhado, o caminho é o arrependimento de todas as nossas falhas, sua confissão a Deus e um recomeço irrepreensível, graças a Seu perdão. A vida irrepreensível só é possível pela graça de Deus e a submissão a Ele.

PS: I love you and Christ too!
Rafaela Zimieski

Sobre Rafaela Zimieski

Uma criança humorada, uma menina amada e uma mulher demasiadamente apaixonada por Cristo.