Idade x chamado de Deus

Postado por em dez 29, 2014 em Blog | Sem Comentários

Idade x chamado de Deus

Chegou a última segunda-feira do ano, e 365 dias após meu primeiro texto aqui no PADD muitas coisas mudaram na minha vida; naquela ocasião eu agradeci por Deus ter nos escolhido como filhos dEle e hoje eu quero agradecer novamente, mas agradecer por todos os momentos em que Deus me usou. Esse ano Deus me usou de diversas maneiras, algumas delas eu nem queria ser usada, mas não existe nada maior e melhor do que ouvir o chamado de Deus.

Venho refletindo, me baseando em alguns testemunhos de jovens que tenho contato, o medo de fazer parte da obra de Deus por se sentir novo ou incapaz. Na bíblia temos vários exemplos de personagens que conseguiram agradar à Deus e muitos que não conseguiram cumprir com os propósitos de Deus para suas vidas. Poderia enumerar vários conhecidos, mas vou pegar apenas dois exemplos, desconhecidos, de pessoas que foram chamadas para serem reis. O primeiro é Jeorão:

“No quinto ano de Jorão, filho de Acabe, rei de Israel, sendo Josafá rei de Judá, Jeorão, seu filho, começou a reinar em Judá. Ele tinha trinta e dois anos de idade quando começou a reinar, e reinou oito anos em Jerusalém. Andou nos caminhos dos reis de Israel, como a família de Acabe havia feito, pois se casou com uma filha de Acabe. E fez o que o Senhor reprova.” – 2 Reis 8:16-19 ( NVI)

E o segundo é Joás:

“Joás tinha sete anos de idade quando começou a reinar.” – 2 Reis 11:21

“No sétimo ano do reinado de Jeú, Joás começou a reinar, e reinou quarenta anos em Jerusalém. O nome de sua mãe era Zíbia; ela era de Berseba. Joás fez o que o Senhor aprova durante todos os anos em que o sacerdote Joiada o orientou.” – 2 Reis 12:1-2 (NVI)

Temos um menino, Joás, com apenas 7 anos de idade começando a reinar sobre Jerusalém se mantendo firme aos ensinamentos de Deus, por 40 anos. E temos também um homem, Jeorão, que começou a reinar sobre Jerusalém aos 32 anos, fazendo o que Deus reprova, por isso governou apenas 8 anos.

Albert Einstein disse que: Deus não escolhe os capacitados, capacita os escolhidos. Fazer ou não fazer algo só depende de nossa vontade e perseverança.

Pra mim a melhor maneira de terminar um ano e começar o novo é com agradecimentos e desafios. Então eu quero desafiar à todos, principalmente à mim, que no ano que começa possamos deixar todas as desculpas de lado e dar espaço para Deus nos capacitar. Ele quer que façamos parte da sua grandiosa obra, basta estarmos dispostos. E que quando 2015 acabar nós tenhamos feito o que o Senhor aprova.

Vamos nos esvaziar de todo o peso que acumulamos ao longo do ano, e daqueles que carregamos a mais tempo, da falta de tempo, ou das prioridades erradas. Que deixemos todos os maus sentimentos pra trás e recomecemos renovados para viver o amor de Cristo.

“A paz do Senhor é o que nós queremos, eu quero para mim e pra você.
O amor do Senhor é o que dividiremos, porque todo este amor não cabe em mim!”

Sobre Paloma Pena

Teimosa, intensa, super protetora, eterna criança, aprendiz de engraçada.