Faça a diferença

Postado por em fev 29, 2016 em Blog | 2 Comentários

Faça a diferença

E ai galera, tudo na paz? Não sei vocês, mas confesso que não estou tão em paz quanto deveria.
Como disse no texto publicado aqui com o título Que se Propague a Paz: “Meus passos aqui são apenas de aprendizado, apenas um ensaio para o grande dia, ou melhor, uma grande eternidade. Eternidade de Paz!”. Tenho aprendido a cada dia o que é viver em paz focando na eternidade, mas às vezes é muito difícil esperar.

Vivo uma paz muito intensa e gostosa com Deus, pois ela habita dentro mim e não é algo removível. Não importa quão louco seja tudo a minha volta, existe paz no meu coração porque eu sei em quem confio, e Ele me proporciona isso (Romanos 15:13).

Como sempre digo para Deus, se eu procurar problemas com certeza vou encontrá-los. Se me focar neles, vou perder a essência da vida e do que faço dela. É por isso que gosto de pensar que “Basta a cada dia o seu mal” (Mateus 6:34b ACF).

Mas, ultimamente, tenho observado coisas que trazem inconformidade em meu coração. Como uma paulistana apaixonada, amo minha cidade assim como muitas outras pessoas que moram ou não moram em São Paulo. Temos pontos turísticos, prédios altos, uma diversidade de lugares incríveis para conhecer, uma bela cidade em muitos aspectos. Portanto, existe algo me fazendo olhar tudo de uma forma mais detalhista:

Quem são aqueles atrás dos olhares rápidos que nos observam na rua?
Como são as rotinas atrás das fotos bonitas e aparentemente perfeitas?
Que lugar é esse quando  chega o horário de pico?
O que são as belas ruas quando as luzes se apagam?
Quem somos nós quando ninguém está vendo?

Sim, estou falando de nós, todos nós! Estou falando do nosso cotidiano, longe dos compromissos da Igreja. Isso tudo me faz pensar:

Que diferença estou fazendo?
Sou  mais uma  esmagada dentro de um metrô sem espaço para transportar tanta gente?
Mais uma murmuradora após um dia de trabalho?
Mais uma adulta frustrada?
Mais uma desistindo da sua educação por não ver educação nos outros?
Depois de tanta reflexão, algo vem na minha mente…

“Vós sois o sal da terra; […] Vós sois a luz do mundo!” – Mateus.5.13a-14a (ACF)

Gostaria de saber de você, como cidadão cristão, paulistano ou não. O que tem feito para cumprir essa palavra aparentemente tão simples? Não estou perguntando quais os planos para mudar o mundo, porque isso é muita coisa.


Quero saber o que tem feito para mudar o seu mundo? O que tem feito para mudar a sua casa, o lugar onde você estuda ou trabalha?  O que você tem feito para que o sal que dá sabor e a luz que ilumina faça a diferença na vida das pessoas?

Compartilhe conosco através de um comentário simples, o mundo de quem você tem mudado. Comentaremos mais sobre essa verdadeira essência no próximo texto. Esperamos seus comentários. Até logo!

Sobre Giovanna Miranda

Eu não sou a Giovanna, porque antes mesmo deste nome eu já existia. Eu não sou a líder, a aluna ou a empregada, porque o que eu faço não define minha vida completa. Eu não sou a garota das roupas diferentes, porque o que eu tenho é muito pequeno comparado a minha herança eterna. Eu não sou o que dizem, porque isso é muito vago quando me apego aquilo que Deus pensa sobre mim. Sou filha do Rei! Sonhadora, que vive essa realidade louca mas que põe a fé Naquele que pode todas as coisas.

  • Lucas Iwasaka

    Sabe, Gii…ao longo dos dias eu tenho observado o quão difícil é manter a paz que existe dentro de nós mesmos quando observamos esse mundo maluco e caótico em que vivemos. Cristo mesmo disse que por aqui, passaríamos aflições mas que deveríamos nos animar pois Ele venceu o mundo e é isso que tem me mantido no eixo em situações extremas…lidar com certos problemas que acabam atingindo a mim e os que me cercam. Eu sou uma pessoa de pavio curto, o famoso “estouradinho” e tenho tentado ao máximo controlar esse meu lado, eu acho que é mais ou menos isso 🙂

  • Pingback: Que Diferença Eu Faço? | Pelo Amor De Deus()