Eu confio?

Postado por em jul 27, 2015 em Blog | Um Comentário

Eu confio?

Falta de poder, força ou meios para realizar algo: o dicionário define isso como impotência, eu defino isso como o momento em que desenvolvemos ou aumentamos nossa dependência de Deus.

Quando não temos o poder nas mãos temos duas escolhas: a primeira é cairmos em depressão por sermos falhos, e a segunda é entendermos que o controle das nossas vidas está nas mãos de Deus.

O sentimento de impotência, para mim, é um dos sentimentos mais tristes. Quando eu deixo esse sentimento entrar no meu coração me afundo em uma tristeza quase sem volta. Mas eu tenho aprendido a lidar com essa falta de poder e tem sido maravilhoso.

O fato não é tirarmos a responsabilidade de nós e jogar pra Deus, mas sim depositar nossa confiança nEle. Quando conseguimos entender que nunca tivemos poder algum e que tudo acontece porque Ele quer crescemos em diversos pontos.

O que mais aprendi nesses momentos difíceis com:
Gratidão: saber que Ele cuida de todos os momentos da nossa vida, mesmo não merecendo transborda nossos corações;
Dependência: aprendemos que sozinhos não conseguimos dar passo algum;
Fé: nossa fé aumenta quando cremos que Ele prepara o melhor para nossas vidas;
Maturidade: paramos de agir inconsequentemente tentando resolver os problemas da nossa maneira.

“Um dia a gente aprende a confiar em um Deus que faz milagres, que ouve a nossa oração, que se faz presente aqui. Um dia a gente aprende a dar um passo só de cada vez. Ele continua sendo bom, Ele continua sendo Deus” – Ele Continua Sendo Bom (Paulo César Baruk)

Sobre Paloma Pena

Teimosa, intensa, super protetora, eterna criança, aprendiz de engraçada.