Entrega

Postado por em jan 22, 2014 em Blog | 2 Comentários

Entrega

E aí galera, tudo bem?

Hoje, me propus a escrever sobre um assunto o qual foi “um bicho de sete cabeças” no início do processo da minha conversão, a questão da Entrega. Sempre acreditei em um Deus soberano, porém sem imaginar que, para que minha vida fluísse e transcorresse de acordo com a Sua vontade deveria entregar 100% da minha vida, e isso compreendia em assuntos bons e ruins.

No princípio, por teimosia e talvez por não estar completamente convencida de que esse procedimento era necessário, ou até mesmo porque não sabia de que forma fazer isso, foi extremamente complicado realizar mais essa etapa. Entretanto, o que eu mal poderia imaginar é que, mesmo com todas essas dúvidas e anseios nessa questão me rodeando, Ele sempre esteve do meu lado, me auxiliando para que mesmo que inconscientemente, colocasse em prática essa ação.

Entregar-se a Ele por inteiro, na minha concepção, é algo bem particular de cada um. Cada pessoa tem um método de fazê-lo. Particularmente, o que realmente me fez abrir a mente e o coração, foram as inúmeras conversas com minha discipuladora e o seguinte versículo:

Entregue o seu caminho ao SENHOR, confia nele, e Ele agirá.” – Salmos 37:5 (NVI)

Hoje, é possível ver nitidamente que Deus, em sua infinita misericórdia, nos deixou livres para decidirmos o caminho a seguir. Em consequência dessa decisão, optamos veementemente por andarmos sozinhos ou entregarmos o comando da nossa vida a Ele.

Entrega-te à Ele!

Sobre Laís Spagnollo

Numa busca constante por Ele!

  • Jean Corrêa (BPC)

    Bela reflexão, Laís. Taí um assunto que a gente acaba deixando de lado. Nem dá tempo de pensar nessas coisas, é tanta coisa pra fazer! Inclusive na igreja. Mas esse lado mais internalista da vida cristã é de suma importância, e entregar todo o seu interior e exterior nas mãos de Deus é tarefa fundamental. Não fácil, mas fundamental, com certeza.

    Jean Corrêa
    http://prosadecrente.blogspot.com

  • Laís Spagnollo

    Obrigada, Jean. De fato, essa entrega-se inteiramente a Ele é um execício diário. Vamos aprendendo a fazê-lo com o tempo.