Entendendo João 16:33

Postado por em ago 14, 2015 em Blog | Um Comentário

Entendendo João 16:33

Em João 16:33 Jesus diz: “Tenho-vos dito isto, para que em Mim vocês tenham paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, Eu venci o mundo!” (ACF)

Quero compartilhar algumas conclusões que tirei desde versículo:

Tudo que Jesus tinha dito antes, tudo que se tinha cumprido nos outros evangelhos e tudo que ainda há de se cumprir, Ele resume em João 16:33, que se resume em: ter Paz em Jesus Cristo. A chave de ouro para viver neste mundo e não se abalar é o fato de nos alicerçarmos na paz que Jesus nos dá.

Veja que Ele diz “para que em MIM”. Isso significa que Ele é a verdadeira fonte de paz. Concluo, então, que não há nada, completamente nada neste mundo terreno que possa nos trazer paz e nos satisfazer, além do poder de Jesus em nós.

Outro aspecto que considero importante salientar é que Jesus menciona as aflições que poderemos sofrer. Jesus nunca disse que não teríamos aflições, mas Ele prometeu que estaria sempre conosco durante elas. Paulo, em 2 Coríntios, menciona que o poder de Cristo é mostrado em nossa fraqueza. Então, quando perseveramos nas tribulações, mas mantendo o foco na paz de Cristo, estamos engrandecendo o nome dEle.

Não somente precisamos desfrutar da paz que Cristo nos dá, como também necessitamos nos alegrar, mesmo durante as aflições. Bom ânimo é uma forma de demonstrarmos que somos dependentes de Cristo, mesmo que estejamos sofrendo por alguma razão.

A mais bela parte, é que enfim, Jesus proclama que Ele mesmo venceu o mundo!

Há algo melhor do que saber que Jesus pagou tudo na cruz e que hoje, a paz dele habita em nossos corações?

O mundo não tem poder sobre nossas vidas, pois Jesus já pagou tudo há 2.000 anos.

Temos que nos conformar com possíveis momentos negativos em nossas vidas, mas nosso alvo deve estar no fato de que Jesus Cristo já conquistou a vitória e podemos nos alegrar nEle!

Sobre Sofia Sebben

Apaixonada por Jesus, risonha, tímida, feliz, sonhadora, amo viajar e cantar.