Do meu coração para o seu

Postado por em set 2, 2014 em Blog | 24 Comentários

Do meu coração para o seu

Acho que, antes de me apresentar, devo dizer que estou muito feliz em saber que você está lendo esse texto. Na verdade, acho que o mais sincero seria dizer que eu sempre sonhei em escrever para você. E tenho uma história muito boa para te contar.

É a história de uma menina que sempre foi apaixonada pelo poder das palavras, e talvez por isso, talvez por ter ganho uma pequena bíblia muito cedo, talvez por ter aprendido a escrever antes dos seis anos, talvez por ter em um lápis e em um papel um universo totalmente diferente do que o que vivia, talvez por isso eu tenha encontrado Alguém que supriria todos esses “talvez” dentro de mim.

Então, oi! Meu nome é Andressa, mas vou amar se você me chamar de Dede, porque a maioria das pessoas que vivem junto comigo carinhosamente me chamam assim. Você pode me chamar de Dê se quiser também, mas o importante é que me chame sempre que precisar. E que, daqui pra frente, você vai me conhecer muito, mas nada comparado a quanto eu quero que você conheça a Ele.

Agora me pergunta: como eu vou conhecer a Ele através de você, Dede?

Simples! Através da minha vida com Ele.

Quero dividir com você, meu leitor das terças-feiras, a maneira como falo com Ele, e a maneira como Ele (docemente) fala comigo. Quero dividir os meus “talvez” e quero contar, aos poucos, meu testemunho de vida para você.

E se você não entender algumas das minhas palavras, estou orando nesse exato momento para que Ele transforme tudo o que eu escrever em tudo o que você precisa ouvir.

Hoje o meu segredo é que sou apaixonada pelo poder das palavras, apaixonada principalmente pela Palavra, e tenho comigo sempre um caderno de orações escritas, que me mostram quem eu fui, quem eu sou e quem eu quero ser.

Junto com meus segredos, quero fazer um desafio a você todas as semanas: meu desejo hoje é que escreva uma palavra para Ele todos os dias. Pegue aquele seu caderninho usado, velho, ou compre um novo e bonito. Não precisa ser um texto. Escreva o que sente no dia, na tarde, na noite. Mas escreva todas as vezes que lembrar.

Quero saber como foi, na semana que vem.

Sinta-se à vontade nesse cantinho que Ele preparou para nós.

“Certamente que a dor de rasgar o casulo não se compara com os voos que reservou para mim.”

Sobre Andressa Rosa

Se fosse definir uma menina cheia de sonhos, louca por Jesus e pelo poder que está no nome dEle... Se fosse definir a filha, a estudante de comunicação social, a atriz de alma e formação, que tem seu casamento planejado desde os 7 anos de idade... Se fosse definir o mundo dos "talvez" e das certezas, uma pequena biografia não seria o bastante. Então me chame de Dede. E vem conversar comigo!