Diante dos meus olhos

Postado por em ago 5, 2015 em Blog | Sem Comentários

Diante dos meus olhos

E aí, galeredo! Tudo certinho?

Ultimamente tenho experimentado de um Deus incrível, um Deus majestoso, amoroso, cheio de graça, que realmente fico babando quando percebo o quão grande Ele é. Não que tudo tem dado perfeitamente certo na minha vida, bem pelo contrário, está sendo uma pedreira atrás da outra!

As vezes me desespero, fico indignado com as pessoas ao meu redor, perco a confiança e a noção de que Deus tá ali comigo, mas nos momentos em que eu realmente O procuro, uma paz que excede todo o entendimento, me tranquiliza, me abraça com aquele abraço de urso gordo!

Em cada batalha contra a carne meu caráter tem sido moldado conforme Deus quer! Quando falei a respeito das máscaras, é porque tô lutando pra abandonar isso, quando comentei em saber que sou insignificante e preciso depender de Deus é porque tá sendo difícil abandonar as minhas vontades.

Tá, mas afinal de conta, o que tu tá querendo dizer, Ariel??? Parece que tá falando a mesma coisa sempre!

É isso mesmo! Creio que não sou só eu que estou passando por esse momento em que a fé é provada, em que Deus fica à flor da pele, onde Ele nos mostra que só precismos dEle e nada mais.

“E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar.
Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim.
E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo.
Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte.” – 2 Coríntios 12:7-10 (NVI)

Sabe, esse trecho de 2 Coríntios nunca foi tão vivo pra mim quanto hoje, a graça de Deus nunca foi tão imensa diante dos meus olhos.

Posso ser insensato em dizer que, se for preciso que eu sofra pra conhecer mais desse Deus, eu quero sofrer. Se for preciso que eu perca tudo e todos pra que a face de Cristo seja vista em mim, que eu perca. Não vou trocar um amor eterno pelo medo de perder as pessoas que eu amo ou pelo medo de meus sonhos não serem realizados!

Esse é o louco e surpreendente amor de Deus!

Abraço de Urso

Sobre Ariel Zimermann

Uma criança crescida, que acha motivo pra rir, até quando é pra chorar. Conheci a Cristo com meus 15 anos, sou Gaúcho, Estudante de Engenharia Elétrica, que encontra na música uma forma de mostrar a grandeza de um Deus infinito. Aquele que senta na rua e fica olhando as estrelas por horas, conversando com Deus, tomando café no meio da rua. Sou direto, até demais, pois sinto que as pessoas devem ouvir o que elas precisam ouvir, e não o que elas querem ouvir.