Corre pra lá, corre pra cá

Postado por em dez 14, 2016 em Blog | Sem Comentários

Corre pra lá, corre pra cá

Corre pra lá, corre pra cá. Já aconteceu com você? Ou então tem acontecido?

Era mais uma tarde e eu estava enlouquecendo. Muitas tarefas a serem feitas e eu, naquele estilo autoconfiante, multifunções, estava querendo resolver tudo. Me mantive calada, esperando que os outros responsáveis percebessem que, na verdade, era de uma ajudinha que eu precisava. Por que eu não disse nada? Orgulho, talvez? Falta de coragem de exigir ajuda? É, tudo se encaixa na minha rotina. Se algum de vocês nunca sentiu isso, não precisa continuar ler o texto.

Sou educadora infantil e eu estava naquela sala, colorida até demais. Nunca que meu quarto seria daquele jeito. Enfim, contei uma história e as crianças não paravam de falar, ficaram empolgadas e eu irritada, porque minha voz já estava competindo com a delas. Depois disso, ensaiamos o teatro de Natal e a animação continuou por ali. Já Natal? Ano Novo? Que correria. Convenhamos que final do ano, além do Roberto Carlos, panetone e a música “um novo tempo”, não existe tempo que sobre, é tudo uma correria que só. Uma maratona contra o tempo. Para você podem ser provas decisivas, reuniões importantes, viagens a trabalho. A lista é grande e certamente algo veio na sua mente.

O dia acabou e eu estava meio pilhada, na verdade estava assim há algumas semanas. Por quê? Porque estou com uma nova colega de trabalho. Ela sempre ficou mais na dela e isso começou a me incomodar, pois não estava mais dando conta de todas aquelas loucas criaturinhas amorosas do meu coração sozinha. Depois de ela estar mais de um mês contratada, decidi falar. Fiz aquela oração de leve para Deus cuidar com as palavras que sairiam da minha boca e fui, naquele estilo confiante, mas com o rabo entre as pernas. Cheguei perto dela, dei aquela respirada e falei, desabafei. Como ela reagiu? Super bem! Ela disse que para saber o que deve ser feito, alguém precisa comunicar a ela. Eu fiquei com aquela cara de tacho, olhei pra ela, olhei pro nada, olhei pra ela e olhei para dentro de mim e pensei comigo: “Eu mereci isso tudo”. Como ela iria adivinhar, se nem eu e nem a coordenação falaram para ela as funções referentes à rotina do lugar onde trabalhamos?

Por que não falei logo? Tudo foi lindo, foi positivo, menos a conclusão da minha reflexão sobre o que havia acontecido ali. Quem levou o puxão de orelha fui eu, pois comparei essa situação à minha convivência e conversa com Deus. Quantas vezes deixei de expor para Deus como eu estava me sentindo e que precisava urgentemente da ajuda dEle.

Já aconteceu com você? Tem acontecido? Você tem tirado algum tempo do corre pra lá e corre pra cá para conversar com Deus, refletir um pouco e perceber que Ele está esperando uma reação sua diante do silêncio, da bagunça, da correria? Precisamos expor para Deus nossos sentimentos, angústias, o que você quer e, ao mesmo tempo, perguntar o que Ele quer pra você. Muitas vezes não colocamos Deus no controle da nossa vida. Na verdade Ele já está, mas tentamos agir por nós mesmos sem falar com Deus, sem lembrar de Deus.

Sabemos que Ele age, da forma dEle, da melhor forma.

Particularmente, não sei pra você, mas fico indignada pelo fato de eu, Julia, não falar o que sinto para Deus e esperar uma resposta dEle, achando que entre nós, não é necessária a conversa, ou esquecendo do diálogo com meu Criador. Mais uma vez, notamos que Deus está no controle. É só nos abrirmos com Ele, dizer o que sentimos e Ele age, da melhor forma. Deus também age no silêncio, mas acredito que Ele queira que conversamos com Ele, assim como seu Filho Jesus fez, quando se tornou carne como nós.

Você tem conversado com Deus? Desabafe com o Pai, aceite que você é pecador e precisa de Deus. Ele tem o controle de tudo e se você ficar nessa pira toda de achar que é dono do mundo, dono da verdade, que pode resolver tudo, te digo por experiência própria, só Deus, só Ele tem esse poder de saber o melhor para cada um de nós e só Ele pode te ajudar e te dizer o que é melhor para sua vida. Se joga nos braços dEle e aceite que Ele é maior, que Ele é o dono de tudo e de todos. Nosso Poderoso Chefe tem as respostas para os nossos problemas. Talvez essa resposta demore, talvez seja imediata, mas para existir uma resposta, é preciso uma pergunta. Deus quer te conhecer melhor, converse com Ele e desabafe suas angústias. Ele quer te ouvir e também quer te ajudar. Fale e Ouça-O!

Abençoada semana para todos. Um abraço de leão.

Sobre Julia Betina Oelke

Interessada, complicada, extrovertida, ansiosa, indecisa, sonhadora. Alguém que questiona, busca mudanças quando necessárias, gosta do difícil, de superar expectativas e de coisas resolvidas. Sou daquelas que curte um banho de chuva, brincar com os cachorros, valorizo uma boa conversa e uma gargalhada acompanhada de uma xícara de café. Gosto de refletir sobre a vida e as pequenas coisas que Deus tem nos presenteado todos os dias. Deus tem me capacitado a cada dia que passa. Às vezes é barra, mas ao mesmo tempo é gratificante. Tenho enorme prazer em servir a Cristo e falar dEle para outras pessoas. O amor de Deus me alcançou há uns 12 anos atrás e hoje não me vejo sem Ele. Meu alvo é Cristo e estou aqui na terra para exaltá-lo e fazer dEle conhecido. Deus é o comandante e ou sou o soldado frágil que necessita da graça e misericórdia dEle. "Se eu não soubesse que Jesus não podia pecar nem se quisesse, eu diria que Ele roubou meu coração véi!" – Luca Martini