Caminhando com Ester (3)

Postado por em jan 23, 2017 em Blog | Sem Comentários

Caminhando com Ester (3)

Olá galera linda! Vamos lá para mais um episódio da série “Caminhando com Ester”. Se você ainda não leu os primeiros dois capítulos, eles estão logo aqui abaixo, pois a série segue uma ordem cronológica:

Caminhando com Ester (1)
Caminhando com Ester (2)

No último post vimos como Ester tinha um caráter íntegro e realmente leal a Deus, e isso lhe concedeu o favor do Rei. Isso nos mostra como nosso caráter pode influenciar nossas relações, além de dizer muito sobre a nossa intimidade com Cristo.

Vamos seguindo!

3. “Vendo um Deus bom em uma situação ruim”

Ester e seu primo Mordecai sempre mantiveram segredo da origem do seu povo e de sua família.

Na Pérsia existia um homem orgulhoso cujo todos se curvavam diante dele. Este era Hamã. Ele era um homem muito importante na região. Assim sendo, Hamã quis que Mordecai também se curvasse. Mordecai, porém, não fez isso. Ele não achou certo curvar-se diante de um homem mau. Hamã ficou muito zangado e então contou ao rei mentiras sobre os israelitas. “São um povo ruim, que não obedece às leis”, disse ele. “Devem ser mortos”. Assuero não sabia que sua esposa Ester era israelita. Assim, escutou Hamã, e fez uma lei para os israelitas serem mortos em certo dia. Mordecai, ao saber dessa lei, ficou muito perturbado. Mandou dizer a Ester: “Você precisa falar com o rei e pedir que nos salve.”

Ester, ao saber que todo seu povo poderia morrer, começou à orar e pediu para que Mordecai e todos os judeus jejuassem e orassem, e que depois disso ela iria ao encontro do Rei. Na Pérsia, era contra a lei ir falar com o rei sem ser convidado, mesmo sendo alguém importante. Mas Ester, para salvar seu povo, foi ao encontro do rei sem convite, sabendo que poderia ser morta. Em sua grande sabedoria e amor a Cristo, arriscou sua vida, sabendo que estaria enfrentando uma situação de vida ou morte.

Então, o momento tão esperando chegou e, quando Ester chegou lá, o rei estendeu para ela sua vara de ouro, indicando que ela não devia ser morta. Ufa, que alívio, né Rainha Ester?!

A reflexão de hoje nos fala muito sobre duas questões: momentos difíceis e dependência de Deus. Como Ester, talvez estejamos passando por um momento complicado em nossas vidas, no qual temos que tomar uma decisão importante, ou temos que esperar para seguirmos em diante. A outra questão é a dependência que temos que ter em Deus. Ester estava disposta a morrer para salvar o seu povo, não porque ela era melhor que todo mundo, mas sim porque ela acreditava e confiava em seu Senhor e Salvador. Em todas as situações precisamos depender de Deus, mesmo que tudo possa parecer estar andando errado, mesmo que tudo esteja parecendo negativo, mesmo que estejamos sofrendo. Precisamos confiar que Deus cuida de nós, mesmo em situações adversas.

Que possamos ter um pouco da coragem e fé de Ester para o nosso dia-a-dia.

“Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” – Romanos 8:28 (NVI)

Um grande abraço!

Sobre Sofia Sebben

Apaixonada por Jesus, risonha, tímida, feliz, sonhadora, amo viajar e cantar.