Bússola Moral

Postado por em ago 4, 2014 em Blog | 5 Comentários

Bússola Moral

Chego ao último capítulo do livro “Preocupação – Um hábito que pode ser quebrado” e posso reafirmar algo que eu sentia, se estou com peso na consciência é porque eu realmente estou errada. O título do capítulo é “Você pode correr, mas não se esconder!”, mas achei que faria mais sentido trocar o nome do post.

“A culpa proveniente do pecado é, definitivamente, um assunto sobre o qual você e eu precisamos nos preocupar de forma positiva. Sempre que ofendemos o santo caráter de Deus devemos realmente nos preocupar. Devemos ser gratos pela consciência, aquela voz interior que nos acusa quando fazemos algo errado e quando não conseguimos atingir os padrões que Deus estabeleceu a seus filhos.”

No dicionário consciência é definido como senso moral de uma pessoa, que afeta seu comportamento. Podemos dizer que a consciência é nossa bússola moral.

A consciência regula nossas ações (Romanos 2:15), é purificada pela salvação (Hebreus 9:14), requer esforço para ser mantida limpa (Atos 24:16), a consciência do outro deve ser respeitada (1 Co 8) e a consciência é um grande guia em áreas que a Bíblia é silenciosa (Tiago 4:17). A consciência de um cristão deseja atuar honrosamente em todas as áreas de sua vida (Hebreus 13:18). A consciência limpa reflete Cristo e cancela a calúnia (1 Pe 3:16).

“Por causa da natureza do pecado de toda a humanidade, a consciência não pode ser nossa única fonte de orientação. O pecado nos leva a negar a realidade e a justificar nossas ações de acordo com os padrões sociais.”

“Mas quando a consciência acusar, achegue-se a Cristo, reconheça seu erro, e concorde com ele que seu comportamento foi inaceitável. Cristo é fiel para remover o seu pecado.”

A culpa foi removida por meio de Cristo. (Romanos 8:1-2)
A culpa é removida quando a confessamos a Cristo. (1 Jo 1:9)
A culpa é aliviada em Cristo.

Jesus sabe quão pecadores somos, e mesmo assim já pagou por todos os nossos pecados, ele só espera que reconheçamos e nos arrependamos dos nossos erros.

“Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: “Confessarei as minhas transgressões ao Senhor”, e tu perdoaste a culpa do meu pecado.” – Salmos 32:5 (NVI)

Lembre-se:

“Todo o amanhã tem duas alças. Nós podemos segurá-lo pela alça da ansiedade, ou pela alça da fé.” Henry Ward Beecher.


Essa série de posts é um resumo do livro Preocupação, de Elizabeth George, publicado pela editora Hagnos. Cada post resume um capítulo e você pode adquirir o livro para conferir os assuntos com maiores detalhes clicando na referência abaixo.

Referência: GEORGE, Elizabeth. Preocupação – um hábito que pode ser quebrado [tradução Iara Vasconcellos]. São Paulo: Hagnos, 2011.

Sobre Paloma Pena

Teimosa, intensa, super protetora, eterna criança, aprendiz de engraçada.

  • Juliver Boch

    Muito bom!!!

  • Andressa Rosa

    Mais verdadeiro, impossível! 🙂

    • Paloma Pena

      Tri tu aqui guria hehehe =D

  • Vittória Pena

    Melhor do que a consciência, só o agir do Espírito Santo em nossas vidas, o que pra mim tá inteiramente ligado. Muito bom, Loma. Obrigada!

    • Paloma Pena

      Maaaninha, tu por aqui? haha realmente o agir do Espírito Santo é o que nos move, ou deveria ser né hehe

      <3