A quem realmente servimos?

Postado por em mar 14, 2015 em Blog | 2 Comentários

A quem realmente servimos?

Bom dia/tarde/noite rapaziada!

Estou voltando a escrever aqui no PADD, e agora tenho até uma coluna, viram só?

“Entrem pela porta estreita, pois larga é a porta e amplo o caminho que leva à perdição, e são muitos os que entram por ela.
Como é estreita a porta, e apertado o caminho que leva à vida! São poucos os que a encontram”. – Mateus 7:13-14 (NVI)

Acredito que passamos o dia todo fazendo escolhas. Algumas mais importantes, e outras talvez nem tanto. Gosto de comparar todas as nossas escolhas como se fossem portas, abertas ou fechadas.

O versículo acima também faz essa comparação e ele diz para entrarmos pela porta estreita, porque a porta larga é o caminho que leva à perdição. Nem sempre o caminho fácil é o caminho correto. Precisamos passar por alguns obstáculos, para conseguir ver o amor de Deus agindo.

É muito fácil falarmos para as pessoas que amamos e servimos à um só Deus, ao menos é isso que deveríamos fazer.

Mas agora vem a minha pergunta: Você realmente tem servido somente há Deus? “Claro que sim, eu sempre oro e leio a bíblia. Todos os dias.”

Isso realmente é muito bom, muito bom mesmo. Mas qual é o caminho que estamos seguindo ali fora? Qual a porta que estamos entrando?

Existem dois caminhos para seguirmos: O caminho de Deus, e o caminho do mundo(Satanás). A gente sabe em qual porta estamos entrando, temos essa escolha durante o dia todo. Deus nos deu o livre arbítrio exatamente porque Ele nos ama. Ele poderia ter um controle e fazer de nós um robô. Deus quer que todos que conhecem a Sua palavra a aceitem, e sim, Ele poderia em um estalar de dedos nos fazer aceitar. Mas temos um Deus justo, que nos deixa escolher o caminho que queremos seguir.

“[…]Adore o Senhor, seu Deus, e sirva somente a ele. ” – Lucas 4:8 (NVI)

Por mais que digamos que não servimos ao mundo, continuamos caindo nas mesmas tentações e pecados. Continuamos mentindo, caçoando, enganando, desobedecendo os pais, entre outras coisas. E pode ter certeza que nenhum desses comportamentos agrada a Deus, ou é usado para servi-lo.

Então eu pergunto: Quando não estamos servindo a Deus, a quem servimos?

Sobre Gabriel Furlanetto

Cristão, 20 anos, Fotógrafo, alegria que contagia! "[...]Tenham ânimo, pois Eu venci o mundo." Jo 16:33

  • Mariana

    Gabi o texto ficou muito bom mesmo, esse questionamento me fez parar e refletir realmente quando não estou servindo a Ele, quem estou servindo a mim mesma? as pessoas? fazendo delas o meu Deus?

    Que todos nós possamos escolher o caminho estreito e não o caminho mais fácil, mas sim o caminho que nos leva a ser cada dia mais semelhantes a Ele.

  • Vittória Pena

    Demais o texto, Gabi! Muito bom te ter aqui novamente! Que a gente possa a cada dia não sofrer com os mesmos pecados e tentações que sofríamos no dia anterior, e que essa luta permaneça sempre, dia após dia, pra que conforme formos vencendo-os nos tornemos um pouco mais parecidos com Ele!