A dor do passado

Postado por em mar 23, 2015 em Blog | 2 Comentários

A dor do passado

Quantas vezes passamos por problemas ou situações tristes? Quantas vezes questionamos Deus sobre situações desagradáveis ou desconfortáveis que acontecem na nossa vida? Quantas e quantas vezes achamos que estamos passando por um sofrimento sem sentido, porém não paramos para analisar nossos pecados lá de atrás.

Entramos em relacionamentos, seja de amizade ou de namoro, sem a companhia de Deus e lá na frente passamos por sofrimentos gigantescos, ou saímos feridos, ou ferimos a outra pessoa e isso acaba nos ferindo do mesmo modo. Então você analisa os fatos e percebe que lá atrás Deus tentou te alertar usando pessoas, mas você simplesmente ignorou os aconselhamentos que lhe deram sobre essas amizades; as pessoas tentaram te alertar que iniciar um namoro seria precipitado. Você fecha os olhos para todos os sinais de Deus tentando cuidar de você, depois quando tudo dá errado você fica brabo com Deus.

Trocamos de empregos sem ao menos perguntar pra Deus se é o melhor para as nossas vidas, não perguntamos para nenhuma pessoa qual a opinião. Trocamos de emprego e três meses depois a empresa fecha, agora perdemos nosso antigo emprego e o novo também. Nossa primeira atitude é jogar pra Deus a responsabilidade: “Deus tem que ter um propósito para isso”, “se Deus tirou esse emprego é porque ele vai me dar um melhor ainda”, “eu faço tudo certo e Deus faz isso comigo?”, “o que eu fiz pra merecer perder meu emprego?” e por aí vão nossos questionamentos com Deus, mesmo sabendo que apenas nós temos culpa.

Todos esses desgastes simplesmente acabam com a gente, nos tiram todas as forças, nos afastam de Deus, afetam os outros relacionamentos que temos. Sofremos profundamente por ver o outro mal, por perder uma pessoa, por causar sofrimentos e preocupações aos outros, mas tudo que começa longe de Deus, vai acabar longe de Deus.

Deus não tem culpa nenhuma se somos teimosos e não o ouvimos. Ele está o tempo todo ao nosso lado sussurrando os caminhos que devemos seguir, e mesmo assim o ignoramos. Essas “decepções” com Deus fazem com que nossos corações fiquem endurecidos. A volta para perto de Deus é sempre mais difícil nesses momentos em que percebemos que existem muitas barreiras entre a gente e Deus.

O caminho de volta, consertando todos os erros e falhas nem sempre é fácil, porém é necessário que você resolva todos os conflitos que essas atitudes impensadas te causaram.

“O orgulho do homem o humilha, mas o de espírito humilde obtém honra.” – Provérbios 29:23 (NVI)

Quebre as barreiras de hoje, causadas pelos pecados de ontem, se humilhe perante Deus, peça para que Ele tire toda essa dor que está sentindo.

“Melhor é ter espírito humilde entre os oprimidos do que partilhar despojos com os orgulhosos.” – Provérbios 16:19 (NVI)

Peça a Deus principalmente para que Ele não permita que você se cegue novamente, que você esteja sempre buscando entender a vontade Dele e não agir mais pela sua própria vontade.

“Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas.” – Mateus 11:29 (NVI)

Sobre Paloma Pena

Teimosa, intensa, super protetora, eterna criança, aprendiz de engraçada.

  • Acredito que muitos passam pela “síndrome de Jó”, hoje em dia, Jó era um homem reto e por isso Deus o pôs a prova, mas muitas vezes hoje sofremos por um problema diferente, se fizemos uma regressão (não de vidas passadas, hehe) e vermos onde erramos gravemente podemos resolver o problema e suas consequência no agora. Se estivermos agindo justamente pode ser que Deus esteja testando nossa fé como fez com Jó, então se você está fazendo coisas certas continue mesmo que as situações diga o contrário. Mas se não está tendo esta sorte o texto mostra o como proceder. Parabéns Paloma.

  • Mariana

    Essa frase me tocou muito “Tudo que começa longe de Deus, vai acabar longe de Deus.” Não tem nem o que explicar, amei o texto e os versículos escolhidos ♥